carregando...
Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Você está em: Notícias > Produção

Apesar das recentes chuvas, danos nas lavouras não serão recuperados

Por Equipe CaféPoint (CaféPoint)
postado em 09/10/2017

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Por Camila Cechinel 

As chuvas que caíram em praticamente todas as regiões produtoras de café entre o final de setembro e começo de outubro, apesar de facilitar a abertura de floradas nos próximos dias, não vai recuperar os danos sofridos anteriormente pelas lavouras, em consequência do estresse hídrico vivido desde junho.

Foto:Produtor Marcio Freire/ CaféPoint
                               Foto:Produtor Marcio Freire/ CaféPoint

De acordo com o engenheiro agrônomo da Fundação Procafé, André Luiz Alvarenga Garcia, em regiões como Sul de Minas, Cerrado Mineiro e Alta Mogiana, é possível encontrar cafezais com menos folhas que o comum e presença de flores anormais que provocarão o abortamento dos frutos. Segundo ele, apesar do volume de chuvas ter sido muito bom entre os dias 03 e 05 de outubro, com 100 milímetros de água acumulados, o que passou antes desse período é irreversível.
"As últimas chuvas quebraram a dormência da planta. Do dia 10 a 14 de outubro teremos a abertura das floradas, mas as lavouras que sentiram o estresse hídrico de forma acentuada, terão os danos apresentados da mesma forma", disse Garcia. Conforme o especialista, como o café é uma cultura perene, até o grão completar a fase de enchimento não dá para quantificar os danos gerados pela seca: "devemos aguardar até março de 2018 para fazer um levantamento preciso". 
A partir dessa segunda-feira (09), o tempo voltou a ficar seco e quente em quase todo o país. Com as reservas hídricas das plantas começando a se esgotar, cafeicultores seguem preocupados com a produção dos frutos para a safra do ano que vem. Meteorologistas indicam que as chuvas só voltarão a aparecer a partir do dia 20 de outubro, mas a esperança é de que elas caíam antes do previsto, para parar esse aumento de dano ao potencial produtivo: "estamos com um sol muito forte em Minas Gerais. Como ficamos muito tempo sem água, seria melhor que caísse mais alguma chuva já nos próximos dias", finalizou o técnico. 

 

Direitos reservados

Este artigo é de uso exclusivo do CaféPoint, não sendo permitida sua cópia e/ou réplica sem prévia autorização do portal e do(s) autor(es) do artigo.

Saiba mais sobre o autor desse conteúdo

Equipe CaféPoint    São Paulo - São Paulo

Mídia especializada/imprensa

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2017 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade