carregando...
Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Você está em: Notícias > Mercado

Visando apoiar os produtores, BASF lança inseticida contra a broca

postado em 07/11/2017

2 comentários
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Da redação

Uma das principais queixas dos produtores do Brasil em relação à temporada 2016/2017 foi o aumento da broca-do-café nas lavouras das principais regiões do país. De acordo com os resultados da Pesquisa CaféPoint Colheita Cafeeira Safra 2017, 83% das plantações do Cerrado Mineiro, em Minas Gerais, foram infestadas pela praga. Com o objetivo de apoiar os cafeicultores no combate ao inseto, a BASF lança um novo inseticida no mercado, o Verismo®.

Foto: Ivan Padovani/Café Editora
                                      Foto: Ivan Padovani/Café Editora

A broca é considerada uma das pragas mais agressivas dos cafezais, uma vez que o inseto que se alimenta do fruto do café, destruindo a parte interna do grão e trazendo prejuízos qualitativos e quantitativos ao produtor. Dependendo do nível de infestação, os prejuízos podem chegar, em média, a 20% no peso do café beneficiado, o que corresponde a uma perda de até R$ 150,00 por saca.
De acordo com o gerente de Marketing Café da BASF, André Cruz, a empresa está oferecendo aos cafeicultores uma solução com um novo princípio ativo pertencente ao grupo químico semicarbazone para a cultura do grão: "o Verismo® apresenta alta eficiência de controle e ação rápida sobre o inseto, contribuindo para mais qualidade e rentabilidade nos cafezais". 

Ainda segundo o especialista, o produto, que surge como uma opção na rotação de ingredientes ativos para o manejo de resistência da broca, é indicado para o período de frutificação do cultivo, quando a praga atingir o nível de infestação entre 1% a 3% de frutos brocados. 
"Para potencializar a eficiência de controle da broca nas lavouras é importante a adoção do manejo integrado de pragas. O cafeicultor deve estar alerta e se antecipar aos fatores que podem influenciar a redução da produtividade e qualidade nos grãos", explica Cruz.  A retirada dos frutos remanescentes da colheita anterior e o monitoramento, principalmente depois da florada, combinado à utilização de inseticidas de alta performance são imprescindíveis para evitar danos significativos nos cafezais. 

Este ano, além da praga, a bienalidade negativa na maior parte do país e o clima exerceram maior interferência na produção, exigindo dos produtores atenção quanto à rentabilidade nas lavouras. Além do Brasil, o inseticida Verismo® também será disponibilizado, futuramente, para outros países produtores de café, como a Colômbia.

Avalie esse conteúdo: (5 estrelas)

Comentários

eli valera nabanete

Marumbi - Paraná - Produção de café
postado em 07/11/2017

Boa noticia!
Vamos ver se realmente funciona.

Mauricio

Lavras - Minas Gerais - Pesquisa/ensino
postado em 16/11/2017

Controle integrado com ênfase no controle cultural e biológico tem dado certo em outros países tropicais produtores de café. Pesquisemos, pois existem outras opções de controle sem ser a dos agrotóxicos.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2017 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade