FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Países produtores são responsáveis por 30,5% do consumo mundial

POR EQUIPE CAFÉPOINT

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 28/10/2019

0
0

Análises do Relatório do Mercado de Café - setembro 2019, da Organização Internacional do Café (OIC), e do Acompanhamento da safra brasileira Café - Terceiro Levantamento - Setembro 2019, da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), apontam que a produção mundial de café no ano cafeeiro 2018/2019 atingiu 168,72 milhões de sacas de 60kg, dos quais 102,68 milhões de sacas são de café arábica, que equivalem a aproximadamente 60% da produção global, e 66,04 milhões de café canéfora (robusta), volume que corresponde a 40%.

Ao comparar com o ano cafeeiro anterior, cuja safra foi de 162,85 milhões de sacas de café, sendo 100,88 de café arábica e 61,90 de café canéfora (robusta), verifica-se que esses volumes representam incrementos, respectivamente, de 3,7% da produção total.

Em relação ao canéfora (robusta), observa-se que, no ano cafeeiro 2018/2019, o volume produzido no mundo teve acréscimo de 4,14 milhões de sacas em relação ao volume de 2017/2018. Nesse mesmo contexto, é possível constatar que a produção brasileira da espécie teve aumento de volume semelhante, pois em 2017 a safra foi de 10,72 milhões de sacas e em 2018 de 14,17 milhões de sacas, o que gerou um incremento físico de 3,45 milhões de sacas. Isso indica uma recuperação da safra, após severa estiagem ocorrida em anos anteriores no Espírito Santo, o que afetou negativamente a produção.

De acordo com o relatório, o crescimento da oferta no ano cafeeiro de 2018/2019 refletiu no aumento das exportações, pois nos primeiros onze meses desse ano safra, o volume vendido ao exterior foi 9,2% superior ao ano cafeeiro de 2017/2018, com 120,28 milhões de sacas embarcadas. De outubro de 2018 a agosto de 2019, as exportações de arábica ultrapassaram as do mesmo período de 2017/2018 em 11,3%. Os embarques dos canéforas aumentaram 5,6%, para 42,84 milhões de sacas, nos onze primeiros meses do ano cafeeiro de 2018/19 (outubro a setembro).

Nesse mesmo contexto do desempenho da cafeicultura mundial, com relação exclusivamente ao consumo, a Organização estima que o consumo global de café tenha um aumento de 2,1%, pois deverá alcançar o volume físico equivalente a 164,82 milhões de sacas de 60kg. A OIC destaca, ainda, que nos países importadores, o consumo aumentou 2,4%, ao atingir 114,51 milhões de sacas, o que corresponde a 69,5% do consumo do planeta. E, em relação aos países exportadores (produtores de café), o consumo aumentou 1,3%, passando para 50,31 milhões de sacas, volume que representa 30,5% do consumo mundial.

O relatório completo está disponível aqui.

As informações são da Embrapa Café (por Jamilsen Santos e Lucas Tadeu Ferreira).

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.