ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
FAÇA SEU LOGIN E ACESSE CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

Acesso a matérias, novidades por newsletter, interação com as notícias e muito mais.

ENTRAR SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Especialistas avaliam como o clima impactou a produção de café

POR EQUIPE CAFÉPOINT

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 25/02/2022

1 MIN DE LEITURA

0
0

O tempo seco e as geadas que acometeram as regiões produtoras de café e cana-de-açúcar no Centro-Sul do país provocaram efeitos adversos na oferta desses produtos. As culturas foram o tema do segundo dia de webinar da hEDGEpoint Global Markets, nesta quarta-feira (23).

Em relação ao mercado de café, a analista Natália Gandolphi destacou os problemas em torno da produção no Brasil. “A safra brasileira de 2022/2023 deve registrar nova quebra, com a produção de arábica atingindo 37,9 milhões de sacas”, disse ela. O número está abaixo do último ano de bienalidade positiva (2020/2021), em que se produziu 50,5 milhões de sacas. A quebra decorre da seca no crescimento vegetativo, além de três episódios de geadas em 2021 e chuvas torrenciais que dificultaram o pegamento da florada.

“Em termos de qualidade, porém, a safra de arábica pode ter um ano positivo em 2022/2023, com frutos uniformes e cheios em decorrência das boas chuvas em janeiro”, aponta a analista. A recuperação das chuvas também é positiva para o crescimento vegetativo da safra 2023/2024. Para o canéfora (conilon), porém, a produção deve ficar em linha com o último ciclo, atingindo 22,3 milhões de sacas, com áreas apresentando desenvolvimento menos uniforme e faixas menores de produtividade.

“O quadro da safra brasileira impacta diretamente o balanço de oferta e demanda mundial, com dois déficits consecutivos esperados para 21/22 e 22/23, o que deve gerar uma relação de estoque/uso mais apertada em 2022”, indicou Carlos Costa, Global Head of Sales na hEDGEpoint Global Markets Em sua apresentação, o executivo destacou a queda dos estoques de arábica para os menores níveis em uma década, o que pode gerar sustentação dos preços ao longo do ano.

O painel ainda abordou riscos baixistas na frente macroeconômica: “O sentimento de aversão ao risco em torno de conflitos internacionais, em conjunto ao quadro inflacionário que pode corroer o poder de compra do consumidor final, são elementos que o mercado precisa acompanhar de perto”, alerta Carlos.

A HedgePoint Global Markets é uma empresa especializada em inteligência de mercado, consultoria, gestão de risco e soluções de hedge para a cadeia de valor global de commodities, com larga experiência nos mercados agrícolas e de energia.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

CaféPoint Logo MilkPoint Ventures