ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
FAÇA SEU LOGIN E ACESSE CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

Acesso a matérias, novidades por newsletter, interação com as notícias e muito mais.

ENTRAR SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Edgard Bressani é eleito presidente da Associação de Cafés Especiais da Alta Mogiana

POR EQUIPE CAFÉPOINT

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 16/03/2022

4 MIN DE LEITURA

0
0

Edgard Bressani é empresário, cafeólogo, com grande experiência no setor cafeeiro, autor do livro Guia do Barista e fundador da exportadora Latitudes Grand Cru Coffees. Nesta quarta-feira (16/03) inicia um novo projeto na sua trajetória ao assumir a presidência da Associação de Cafés Especiais da Alta Mogiana (AMSC). O mandato terá vigência de dois anos, até março de 2024, com possibilidade de reeleição por igual período.

Fundada em 2005, a AMSC é uma entidade sem fins lucrativos que busca representar com legitimidade os produtores de cafés especiais da Região da Alta Mogiana que buscam melhores possibilidades de venderem seus cafés de alta qualidade fora do sistema de commodities.

Ao longo dos anos, tem orientado e conduzido os produtores associados a obter a excelência na produção e na qualidade. Anualmente realiza e participa de eventos, feiras e congressos no Brasil e no mundo, fortalecendo a exposição dos produtores e estreitando os laços entre compradores e consumidores finais. Saiba mais em: amsc.com.br.

Confira a entrevista exclusiva com Edgard:

- Por que decidiu assumir a Associação?

Há vários anos estou no Conselho da entidade, como convidado e sigo como conselheiro. Isso desde a época que estava em Pedregulho. Sempre apoie e tive muito carinho pela região, sendo daqui. E mesmo quando fui para Piraju, coloquei no projeto os cafés da Alta Mogiana. Com a Latitudes Grand Cru Coffees permaneço com o mesmo foco. Embora trabalhe as 33 diferentes regiões, a filial, no estado de São Paulo, tem o objetivo de trabalhar os cafés da Alta Mogiana. Mas o convite para a presidência surgiu há alguns meses, quando uma chapa foi criada. Marcio Palma já tinha dois mandatos e precisava passar o bastão. Julio e Guilherme, do DOCA, me ligaram para fazer o convite. Ao ouvir, disse que não precisava ser presidente, mas que apoiaria, sim, na diretoria. Entretanto, já havia consenso neste sentido e aceitei. E assim fomos finalizando a composição da chapa, com pessoas super engajadas com os trabalhos na região. Um grupo com diferentes experiências que se complementam.

- Quais as principais ações que irá tomar nesse primeiro semestre?

Nesse primeiro semestre temos a sétima edição do Fórum de Qualidade, que já está sendo organizada pela nova diretoria, era um evento de meio período e estendemos a programação, será mais longo e com uma grade de palestras com temas abrangentes e atuais, com grandes nomes. Queremos realizar um dia de campo antes da safra. E para o segundo semestre temos o Concurso de Qualidade que será uma ação de comemoração extremamente importante.

- Quais qualidades pode destacar dos cafés da região?

A região sempre foi reconhecida pela alta qualidade de seus cafés naturais. Grandes empresas estrangeiras compram os grãos, não só pela qualidade, mas também pela consistência. Quando cheguei de volta, em 2010, brincava dizendo que é muito difícil errar aqui com qualidade. É um terroir “abençoado”. Em 2010, eu construí terreiro suspenso, estufa, plantio da variedade geisha, fazia despolpado e fermentação com leite. E muitas pessoas seguiram o exemplo e começaram a pensar diferente. Hoje temos um resultado incrível com estes preparos especiais. Sempre que provo uma mesa de café da Alta Mogiana, me surpreendo com a explosão de sabores que encontro. Isso é muito gratificante. Não temos mais só um café encorpado, você, com corpo intenso e baixa acidez. Há uma diversidade enorme de perfis de sabores.

- Quais pontos acredita que o Brasil ainda precisa melhorar para a divulgação dos grãos de qualidade?

Todos os países têm buscado inovações, diferenciações. Alguns produtores abrem suas portas. Outros, preferem manter as porteiras fechadas para manter a diferenciação. Caminhamos muito ao longo dos últimos 30 anos. O café mudou demais. Há 20 anos era ainda muito diferente. Quanto aprendizado ocorreu nestes anos com os cafés especiais e seus profissionais de toda a cadeia. O produtor brasileiro, hoje, oferta cafés com alto valor agregado para o mercado externo.  O mercado reconhece. Mas é um trabalho que está muito no modo de pensar e ser de alguns. Naturalmente nem todos irão focar no mercado externo. O mercado brasileiro também tem remunerado bens os lotes de alta qualidade, com menos burocracias e sem a necessidade de dominar línguas estrangeiras. O governo apoia dentro de suas possibilidades, uma vez que são inúmeros setores que pedem recurso. E estes recursos da APEX e MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) foram importantíssimos para a promoção internacional do café brasileiro. Sem estes recursos, muito menos ações teriam ocorrido e estaríamos bem para trás. As feiras trazem novidades, vamos olhando como aproveitar o que vemos para nossos negócios e hoje temos um mercado extremamente diferente daquele que tínhamos em 2002, por exemplo. Isso na produção, na avaliação, no pós-colheita, armazenamento, torra, extração. Precisamos, sim, continuar focando em qualidade para poder atender a demanda que vem por qualidade. A abertura de novos negócios implica disponibilidade de bons cafés. E se a China realmente se tornar o maior mercado consumidor em 2040, o Brasil terá importante papel nessa expansão da produção e no market share. Serão necessárias então 300 milhões de sacas, quase o dobro do que se produz atualmente no mundo.

 

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

CaféPoint Logo MilkPoint Ventures