FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Rondônia exporta 640 sacas de Robusta Amazônico para a Coreia do Sul

POR EQUIPE CAFÉPOINT

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 16/06/2020

2 MIN DE LEITURA

0
0

Na última segunda-feira (15), 640 sacas do café Robusta Amazônico, produzido em Rondônia, foram enviadas para a Coreia do Sul. Os grãos saíram pelo Porto do Rio Madeira, em Porto Velho (RO), e devem chegar ao solo asiático em 40 dias.

Esta conquista só foi possível devido ao trabalho realizado em conjunto entre os cafeicultores e o Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), Cooperativa de Agricultores Familiares da Amazônia (Lacoop), com a Associação dos Cafeicultores da Região das Matas de Rondônia (Caferon), Emater Rondônia, Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron), Sebrae Rondônia, Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Rondônia (Faperon), Embrapa Rondônia, Ministério da Agricultura (Mapa) e Câmara Setorial do Café, que juntos têm o objetivo de fortalecer e incentivar a cadeia produtiva do café a ser destaque nacional e internacional.

Ressalta-se que, com o apoio da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (Abdi), o Estado está implantando a primeira Identificação Geográfica de Café canéfora (robusta) e isso é uma conquista que auxilia na notoriedade dos cafés robustas amazônicos.

Produção em Cacoal

Essa é a primeira vez que Rondônia exporta um café de boa qualidade, produzido seguindo critérios de sustentabilidade. Os cafés exportados foram colhidos maduros, sendo metade de cereja descascado e metade de café natural. Os grãos foram selecionados com peneiras de 16 e 17 acima (tamanho do grão).

“São cafés que têm no máximo 20 defeitos físicos por amostra, com bebida que pontuou entre 78 e 80 pontos, uma bebida que chamamos de comercial fino. É um café muito bom que está acima dos padrões de mercado do dia a dia. O perfil sensorial é de uma bebida limpa, equilibrada, que destaca a doçura e a acidez. Especialmente no caso dos cafés naturais, destaca-se um sabor marcante de chocolate e castanhas”, explicou o engenheiro agrônomo da Seagri, Janderson Dalazen, que é Q Robusta Grader e provou as amostras.

A exportação para a Coreia do Sul foi organizada pela Lacoop, criada em 27 de março de 2017, em Rolim de Moura, com o intuito de atender os produtores e fortalecer a cafeicultura da região. De acordo com o produtor e presidente da Lacoop, Leandro Dias Martins, a cooperativa separa as amostras de cafés e as envia para que vários países conheçam o produto Amazônico. Segundo ele, o contrato de exportação para a Ásia foi assinado pela Lacoop em dezembro de 2019.

A expectativa é grande para mais exportações. A cooperativa Lacoop possui amostras aprovadas em mais dois países, Rússia e Itália, e está em negociação com os Estados Unidos e Europa.

“Nós evoluímos muito na cafeicultura nos últimos sete anos, tivemos uma revitalização no setor. Hoje os produtores aplicam tecnologias de ponta e buscam conhecimento na área de produção e qualidade do café. O governo do estado tem dado todo apoio e precisamos avançar muito mais na desburocratização e estamos buscando a comercialização internacional junto às cooperativas de café. Temos 15 municípios sendo trabalhado com identificação geográfica e isso é um grande avanço. Essa exportação é uma forma de abrir portas, é uma estratégia de abertura de comércios muito importante para o Estado”, destacou o secretário da Seagri, Evandro Padovani.

As informações são do Secom Governo do Estado de Rondônia.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.