FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

México pede que países se unam para influenciar preços do café

POR EQUIPE CAFÉPOINT

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 28/08/2019

1
0

Na 17ª Cúpula do Mecanismo Tuxtla, realizada de 21 a 23 de agosto, o governo mexicano propôs a criação de um órgão que participaria e influenciaria o processo de fixação do preço internacional do café. Participaram da Cúpula representantes da Colômbia, Belize, Costa Rica, República Dominicana, El Salvador, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua e Panamá.

O secretário de Agricultura e Desenvolvimento Rural, Victor Villalobos, disse que as nações mesoamericanas são grandes produtoras de café de qualidade, consumidos em todo o mundo, mas a um baixo custo que não corresponde ao trabalho realizado pelos produtores de café, que geralmente são pequenos cafeicultores.

“Em um contexto internacional complexo, é nossa responsabilidade fortalecer a região, a fim de promover o desenvolvimento sustentável, criar oportunidades para nossos mais de 233 milhões de cidadãos e promover uma integração autêntica que nos conecte em nossa geografia, história e cultura, além dos nossos desafios e oportunidades", afirma Villalobos, em nome do presidente López Obrador.

Na próxima reunião do Conselho Agrícola da América Central, marcada para ser realizada no México, de 5 a 6 de setembro, o país mexicano apresentará um plano para demonstrar que a qualidade do café da região não está sendo precificada de maneira justa, afetando o desenvolvimento social e econômico das nações mesoamericanas.

O México também pediu cooperação internacional baseada em responsabilidade compartilhada para abordar as causas e efeitos da migração com um Plano de Desenvolvimento Abrangente. O plano é um esforço conjunto que criará oportunidades e desenvolvimento sustentável para a região e tornará a migração uma opção, não uma necessidade.

Depois de anunciar que o México sediaria a Cúpula de 2021, Villalobos disse que o grupo precisava redobrar seus esforços para cumprir a promessa de um futuro melhor e continuar impulsionando a prosperidade mesoamericana, reduzindo o atraso no desenvolvimento e fortalecendo as capacidades regionais.

As informações são do Global Coffee Report / Tradução Juliana Santin

1

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

CARLOS RODRIGUES

COMÉRCIO DE CAFÉ (B2B)

EM 30/08/2019

Em quanto forem os especuladores a marcar os preços em NY e Londres sem sujar as mãos o que espera a os produtores é miséria..