FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

IV Concurso de Cafés Especiais do Estado do RJ anunciará campeão no dia 30 de janeiro

POR EQUIPE CAFÉPOINT

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 22/01/2021

1 MIN DE LEITURA

0
0

A final do IV Concurso de Cafés Especiais do Estado do Rio de Janeiro acontecerá no dia 30 de janeiro, com a divulgação dos resultados e o leilão virtual dos cafés finalistas. Entre os nove finalistas, oito são produtores do Noroeste Fluminense.

O evento é realizado pela Associação dos Cafeicultores do Estado do Rio de Janeiro (Ascarj), com apoio da Secretaria de Estado de Agricultura, da Emater-Rio, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e do Sebrae. Os interessados poderão acompanhar o evento pelas redes sociais da Ascarj.

De acordo com a Secretaria de Estado de Agricultura, o objetivo do concurso é incentivar a produção de grãos especiais no estado e fazer com que os produtores possam alcançar melhores preços no mercado.

Os cafés que disputarão o título já foram enviados para a avaliação do júri na Cooperativa de Café do Norte Fluminense (Coopercanol), em Varre-Sai, cidade que, sozinha, produz 45% do café do estado.

“A qualidade dos nossos cafés é destaque em todo País e já vem ganhando espaço no exterior. Resultado do trabalho contínuo realizado pela Emater e pela Pesagro em pesquisa e assistência técnica no campo. Além disso, mantemos uma linha de financiamento, via Agrofundo, para fomentar a produção e dar capacidade operacional aos produtores”, afirmou o secretário de Agricultura, Marcelo Queiroz.

Extensionista rural da Emater-Rio, Gustavo Polido destacou que, mesmo com as dificuldades enfrentadas no ano passado devido à pandemia, o concurso teve um número expressivo de participantes, vindos de cidades variadas, pois foi registrado aumento no número de municípios inscritos. “Ações como esta, de mobilização dos produtores, têm refletido em um aumento na produção de cafés especiais”, destacou Gustavo.

O produtor Fidélis José de Oliveira Rodolphi, que acompanhado da esposa Alyne Chryslla possui três lotes de cafés na final do concurso, acredita que o trabalho de excelência gera um café de alta qualidade e, assim, ganha visibilidade. “Para nós já é um prêmio ter três lotes classificados para a fase final”, afirmou Fidélis.

Outro finalista é o produtor Ênio Geraldo Marqueline Neles. “Este ano foi muito difícil, eu não sabia se ia ter concurso. Porém, graças ao trabalho de parceiros como a Secretaria de Agricultura, Emater-Rio, Sebrae e Ascarj, nós estamos realizando uma edição muito competitiva”, concluiu Ênio.

As informações são do portal de notícias G1 — Norte Fluminense.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

CaféPoint AgriPoint