FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Grãos brocados prejudicam qualidade do café

POR EQUIPE CAFÉPOINT

TÉCNICAS DE PRODUÇÃO

EM 16/10/2018

0
0

A broca-do-café é uma praga exclusiva do cafeeiro. É um besouro que se alimenta dos frutos, reduzindo o peso dos grãos em até 20%. Os grãos “brocados” (furados pelo inseto) também interferem na qualidade, reduzindo o valor final da saca do produto.

Em entrevista para o site Grupo Cultivar, o consultor em cafeicultura Guy Carvalho alerta os produtores de café que não é possível embarcar grãos brocados para exportação. Ele também cita a queda precoce dos frutos, o apodrecimento da semente e a contaminação por micro-organismos como prejuízos causados pela praga.

O consultor diz que o manejo cultural nos cafezais deve ser feito principalmente até novembro ou em até 90 dias após a florada principal. No período da entressafra, a eliminação dos frutos remanescentes é um cuidado importante para evitar que o inseto permaneça na lavoura de uma safra para outra. O mais importante nesse momento é realizar a retirada, manual ou mecânica, de todos os grãos (dos pés e do chão).

Especialmente neste ano, o manejo cultural torna-se indispensável devido às condições climáticas. Nas principais regiões produtoras, o clima favoreceu o desenvolvimento da broca. “As chuvas significativas de agosto derrubaram os grãos que restavam nas plantas, dificultando a coleta. Houve a antecipação da florada, trazendo preocupação para o ciclo 2019 porque encurta a entressafra”, comenta.

Controle
De acordo com estudo divulgado pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), o cafeicultor deve andar em zigue-zague no talhão e fazer a avaliação de 20 plantas/hectare. Deve-se coletar uma amostra de 100 frutos/planta e realizar a contagem dos grãos brocados e não brocados.

Segundo o gerente de marketing da empresa BASF, Stael Prata, pelo método da contagem, o controle químico é indicado se o percentual de frutos brocados for igual ou superior a 3%. Para esses casos a empresa oferece o inseticida Verismo para a utilização nos cafezais. “A solução conta com um novo princípio ativo com alta eficiência, superior a 80%. O uso é indicado no período de frutificação do café, levando-se em conta a infestação da praga na área”, afirma.

A empresa realiza um trabalho educativo com os cafeicultores para mostrar a importância do combate à praga. “Observamos que a adoção pelo controle da broca-do-café ainda é muito baixo. Com informação e manejo correto, o cafeicultor consegue mais produtividade e qualidade, o que resulta na longevidade do seu negócio”, finaliza Prata.

As informações são da empresa BASF e do Grupo Cultivar.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.