FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Cercosporiose no cafeeiro: doença secundária, mas importante

POR JOSÉ BRAZ MATIELLO

TÉCNICAS DE PRODUÇÃO

EM 20/04/2018

0
1

A cercosporiose, doença do cafeeiro causada pelo fungo Cercospora coffeicola (Berk e Cooke) que ataca folhas e frutos, causando danos em mudas e em lavouras no campo, é normalmente considerada secundária em relação à ferrugem. No entanto, sob condições ambientais adversas ao cafeeiro, ela pode se tornar primária e causar severos prejuízos.

A doença, também conhecida como mancha de olho pardo, se apresenta nas folhas, iniciando com pequenas manchas circulares de coloração marrom-escura que crescem rapidamente. O centro das lesões fica com cor cinza-claro, com um anel amarelado em volta da lesão, dando aparência de um olho. Algumas lesões são escuras e não formam o centro claro, nem o halo amarelo. Nessa condição, chamando-se de cercospora negra. Este tipo é comum nas folhas de cafeeiros com forte deficiência de fósforo. As folhas atacadas caem rapidamente, ocorrendo desfolhas e secas de ramos (die back).

Nos frutos, as lesões começam a aparecer quando estão ainda pequenos, aumentando o ataque no início de sua granação (80-100 dias pós-florada), sendo que as lesões permanecem até o amadurecimento do fruto. A princípio, as lesões são pequenas e de cor marrom-claro ou arroxeadas, deprimidas, crescendo no sentido polar do fruto com maior incidência nos ramos ponteiros e nos mais expostos ao sol. As manchas velhas são deprimidas, escuras e de aspecto ressecado, fazendo com que a casca nessa parte fique aderente à semente. Em ataques mais severos causa o seu chochamento.

As condições ambientais ou culturais favoráveis para que a cercosporiose se torne problemática são:

1- Clima com temperaturas mais altas, insolação elevada, com deficit hídrico.
2- Solos pobres, arenosos ou com impedimentos.
3- Plantas com carga alta, 1ª safra, variedades menos vigorosas e de maturação precoce e concentrada.
4- Problemas de sistema radicular.
5- Tratos mal feitos, nutrição deficiente (N, P e Mg), muito mato, ausência de pulverizações preventivas.
6- Lavagem do nitrogênio do solo, por excesso de chuvas.

Para o controle da cercosporiose, as medidas culturais devem visar reduzir as condições favoráveis à doença. É indicado:

1- Uso de variedades mais vigorosas e, para regiões mais quentes, aquelas de maturação tardia.
2- Usar espaçamentos que resultem menor produção por planta.
3- Fazer os tratos culturais adequados, visando deixar as plantas fortalecidas através de nutrição, controle do mato, irrigação, etc.
4- Em regiões muito quentes, arborizar ou adensar para reduzir a insolação e o stress por carga.

O controle químico da cercosporiose deve ter caráter preventivo e deve ser praticado através do uso de fungicidas, para proteger na época mais crítica, que coincide com a granação dos frutos. O controle deve ser feito mediante pulverizações cobrindo o período entre dezembro e fevereiro, 2-3 pulverizações, quando as plantas ficam mais susceptíveis e o ataque passa das folhas para os frutos. Como coincide a época adequada à evolução da ferrugem, o uso de fungicidas protetivos apropriados pode resultar no controle simultâneo das duas doenças.

Três grupos fungicidas são os mais eficientes contra a cercosporiose: os cúpricos, as estrobilurinas e os tiofanatos. Com eficiência média se situam produtos ditiocarbamatos (maneb, mancozeb) e o triazol tebuconazole. Os produtos fungicidas triazóis no geral tem pouca ação contra a cercosporiose, existindo formulações prontas de triazóis + estrobirulinas (Sphere, Opera, PrioriXtra, Aproach-prima e outros semelhantes). Pode-se usar mistura de tanque, reforçando com fungicidas cúpricos ou com as estrobilurinas, para associar o controle da cercosporiose com o da ferrugem. Pode-se ainda usar no controle de Phoma uma estrobilurina ou combinação com fungicida cúprico em aplicação preventiva, que mais cedo pode contribuir também na proteção contra a cercosporiose.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.