FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Universidade Federal de Viçosa apresenta livro sobre aspectos importantes do café

POR EQUIPE CAFÉPOINT

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 19/08/2020

2 MIN DE LEITURA

2
2

A Universidade Federal de Viçosa (UFV), integrante do Consórcio Pesquisa Café, coordenado pela Embrapa Café, lançou o livro Café arábica do plantio à colheita, que possui 13 capítulos que descrevem os aspectos mais importantes da cultura do café por meio dos temas: descrição botânica; cultivares recomendadas; produção de mudas e plantio; nutrição e adubação; manejo de plantas daninhas, de doenças e de pragas; podas; irrigação; colheita e pós-colheita; armazenamento; identificação da qualidade; e comercialização.

O café é uma das bebidas mais consumidas por grande parte da população mundial. Estima-se que o consumo global do produto gira em torno de 168 milhões de sacas e que a safra brasileira de 2020/2021 deverá ser de aproximadamente 60 milhões de sacas de 60 kg.

A Editora UFV disponibilizou dois capítulos do livro gratuitamente. Capítulo 1 – O café arábica, de autoria de Ney Sussumu Sakiyama; e o capítulo 6 – Manejo de doenças, por Laércio Zambolim. Você pode conferir clicando aqui.

O capítulo 1 descreve o cafeeiro como pertencente à família Rubiaceae, subfamília Ixoroideae, tribo Coffeae DC e gênero Coffea L. (DAVIS et al., 2007). O café arábica cultivado tem provável origem no lado oeste do Great Rift Valley, ao sul da Etiópia. É uma planta perene, alotetraplóide e autógama por cleistogamia. Trata-se de um arbusto com raiz pivotante e ramo dimórfico de crescimento contínuo. Suas folhas são inteiras, coriáceas, com pecíolos curtos e persistentes.

A inflorescência ocorre nos nós de ramos laterais novos, em glomérulos de flores completas, hermafroditas e auto compatíveis. O fruto é climatérico e, quando maduro, é conhecido como cereja, podendo apresentar exocarpo de cor vermelha ou amarela. O fruto é do tipo drupa, com duas sementes chatas. A semente possui uma película, um endosperma verdadeiro de cor verde e um pequeno embrião com dois cotilédones. Devido à cor do endosperma, o grão de café cru é comercialmente chamado de café verde (green coffee).

O café arábica é descrito neste capítulo quanto às características biológicas mais importantes como a citogenética, seu sistema radicular e de reprodução, seu ciclo fenológico e por fim é relatada a uniformidade de maturação dos frutos e a questão da bienalidade da cultura.

Já o capítulo 6 descreve diversas táticas integradas de controle das principais doenças do cafeeiro, tais como ferrugem, mancha-de-olho-pardo, mancha-de-phoma, mancha-de-ascochyta, mancha-aureolada, atrofia dos ramos, mancha-anular, rhizoctoniose, roseliniose, fusariose e nematóides. As páginas fornecem informações para que o cafeicultor identifique possíveis doenças do cafeeiro e tome as providências necessárias para restabelecer a sanidade e aumentar a produtividade de sua lavoura.

Para quem deseja a versão completa do livro, ela está disponível aqui no valor de R$ 50,40.

As informações são da Embrapa Café.

2

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

ELIAS TRIAS

PRODUÇÃO DE LEITE

EM 21/08/2020

Excelente cómo puedo adquirir el libro desde el exterior estoy en Venezuela
EQUIPE CAFÉPOINT

SÃO PAULO - SÃO PAULO - MÍDIA ESPECIALIZADA/IMPRENSA

EM 21/08/2020

Olá Elias, aconselhamos que você entre em contato com a Editora UFV para ver se eles podem mandar o exemplar para o exterior ou disponibilizar o PDF.
CaféPoint AgriPoint