FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

UFLA apresenta tecnologias para cafeicultura em workshop

POR EQUIPE CAFÉPOINT

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 18/04/2019

0
1

Na semana passada aconteceu o workshop “Pesquisa e Tecnologias para a Cafeicultura Brasileira”, organizado pelo Conselho Nacional do Café (CNC) e pela Embrapa Café em Brasília (DF). A ocasião teve como objetivo divulgar as tecnologias desenvolvidas no âmbito do Consórcio Pesquisa Café, de forma a traçar um panorama daquilo que está em validação ou já disponível para transferência aos cafeicultores.

O representante da Universidade Federal de Lavras (UFLA) e coordenador de Incubadora e Parque Tecnológico (Inbatec), professor Paulo Henrique Leme, esteve no evento e apresentou o que a Universidade tem desenvolvido de 2013 a 2019, sobretudo com vinculação à Agência de Inovação do Café (InovaCafé), para sanar os principais problemas da cadeia produtiva do café, favorecendo a redução de custos, o aumento da produtividade e a melhoria da qualidade.

Dentre as iniciativas da UFLA apresentadas estão: “O caso do terreiro de Lama Asfáltica na região Sul de Minas Gerais – A tecnologia do terreiro de lama asfáltica”; “Crescimento e produção de cafeeiros fertirrigados conduzidos com diferentes níveis de adubação”; “Desempenho Agronômico de Cultivares de Cafeeiro na Região Sul de Minas Gerais”; “Desempenho de cultivares resistentes à ferrugem após poda (esqueletamento)”; e “Ensaio Nacional de Competição de Cultivares de Cafeeiro Resistentes à Ferrugem para as Condições do Estado de Minas Gerais”.

Destaque também para as pesquisas: “Índices de qualidade física em diferentes solos manejados na cafeicultura”; “Modelo de Capacidade de Suporte de Carga do solo (MCSC)”; “Observatório do Café – Informativo de Tendências do Café”; “Programa de pré-aceleração Avança Café”; “Seleção de genótipos de cafeeiro parcialmente resistentes a cercosporiose”; “Plantio de lavouras em diferentes épocas do ano com uso de polímero hidrorretentor, como forma de fornecimento gradual de água”; “Técnicas agronômicas para mitigação dos efeitos da restrição hídrica no cafeeiro”; “Revista Coffee Science”; e “Utilização da anatomia foliar e fisiologia vegetal como forma de pré melhoramento genético”.

“Foi uma oportunidade de mostrar as inovações que estamos desenvolvendo e destacar a importância do que tem sido feito na área de transferência de tecnologia, tema bastante debatido durante o evento”, esclareceu Leme. Segundo ele, vale lembrar que o início do programa de pré-aceleração Avança Café está com inscrições abertas, uma oportunidade de desenvolver novos negócios de base tecnológico para a cadeia produtiva do café. “Isso comprova que estamos fazendo um trabalho não só com a pesquisa, mas também com a inovação e o empreendedorismo”, completou.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.