FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Ruanda e o início na cultura do café

POR EQUIPE CAFÉPOINT

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 14/08/2019

0
3

A maioria dos ruandeses são adeptos do chá por ser mais barato e prático de encontrar. Isso porque 63% dos ruandeses, incluindo os agricultores, ganham menos de dois dólares por dia e um café na região custa aproximadamente esse preço.

“Eu faço o café para o negócio e o dinheiro que ganho eu uso em outros projetos. Não estamos interessados em consumir café, já que uma xícara é muito cara. O dinheiro é o nosso alvo”, disse Vincent Habumugisha, produtor de café.

Os moradores da cidade na capital Kigali estão abraçando mais esse ‘luxo’, já que houve um aumento no número de lojas especializadas em café. “Em Ruanda não temos a cultura de consumir café. Então, obviamente, temos alguns expatriados (pessoas que vivem e trabalham fora de seu país natal) que conhecem e sabem sobre o grão de qualidade e vêm até aqui em busca disso. Mas também temos os ruandeses que descobrem sobre o café, que querem se afastar do solúvel e descobrir o novo”, afirmou Micheline Habineza, gerente do Question Coffee Centre.

De acordo com o site de Ruanda Export, existem cerca de 400 mil famílias de pequenos agricultores que atualmente produzem café, com as exportações aumentando ano a ano. À medida que a produção cresce, o país espera aumentar seu consumo, que é de apenas 3% da produção total.

As informações são do AfricaNews / Tradução Juliana Santin.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.