FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Penúltima segunda-feira de novembro inicia com valorização nos preços do café

POR EQUIPE CAFÉPOINT

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 23/11/2020

1 MIN DE LEITURA

0
0

A penúltima segunda-feira de novembro (23) iniciou com um mercado futuro do café arábica valorizado nos principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). As cotações voltam a registrar altas após uma sessão de desvalorização acima de 500 pontos para as principais referências.

Por volta das 9h02 (horário de Brasília), dezembro/2020 tinha alta de 115 pontos, valendo 116,65 cents/lbp; março/2021 registrava valorização de 155 pontos, valendo 119,60 cents/lbp; maio/2021 teve alta de 160 pontos, negociado por 121,55 cents/lbp; e julho/2021 registrava valorização de 150 pontos, valendo 123,10 cents/lbp.

Também por volta deste horário, o dólar registrava queda de 0,50% e era cotado por R$ 5,36 na venda. O dólar em queda tende a dar suporte para os preços no mercado futuro. "O dólar operava em queda contra o real nos primeiros negócios desta segunda-feira, em início de semana marcado pelo otimismo internacional em relação ao desenvolvimento de uma vacina para a Covid-19 e expectativa dos investidores domésticos pela participação do Ministro da Economia, Paulo Guedes, em três eventos diferentes durante o dia", destaca agência Reuters em sua primeira análise do dia.

O mercado também segue analisando as condições climáticas no Brasil, na América Central e no Vietnã. No Brasil, voltou a chover nas áreas cafeeiras na última semana e o produtor agora espera para entender os reais impactos para a produção da safra 2021.

Já na América Central, o mercado aguarda países como Honduras, Guatemala e Nicarágua se recuperaram dos eventos climáticos que atingiram toda a região nos últimos 15 dias, para saber os impactos na produção de arábica. É importante ressaltar que Honduras está em plena fase de colheita.

No Vietnã, o excesso de água também preocupa o mercado de conilon. A Agência Nacional de Meteorologia do Vietnã disse, na semana passada, que as Terras Altas Centrais do Vietnã, a maior região produtora de café do país, podem receber de 20% a 40% mais chuva do que a média de longo prazo em dezembro.

A Bolsa de Londres abriu o pregão desta segunda-feira (23) com altas técnicas para os principais contratos. Janeiro/2021 tinha alta de US$ 8 por tonelada, valendo US$ 1394; março/2021 subia US$ 7 por tonelada, negociado por US$ 1402; maio/2021 tinha valorização de US$ 5 por tonelada, valendo US$ 1413; e julho/2021 registrava alta de US$, valendo US$ 1428.

As informações são do Notícias Agrícolas.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

CaféPoint AgriPoint