FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Nespresso investe na revitalização do café de Moçambique

POR EQUIPE CAFÉPOINT

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 10/01/2020

0
0

A Nespresso assinou um Memorando de Entendimento com o Parque Nacional da Gorongosa de Moçambique para promover a indústria cafeeira local como parte do programa Reviving Origins da Nespresso, que visa restaurar a produção de café de alta qualidade em regiões ao redor do mundo que estão ameaçadas devido a conflitos políticos, dificuldades econômicas ou desastres ambientais.

Através da implementação do seu Programa de Qualidade Sustentável AAA, a Nespresso apoiará os cafeicultores no Parque Nacional da Gorongosa para aumentar a qualidade do café, promover práticas agrícolas sustentáveis ??e agrossilvicultura, além de melhorar os meios de subsistência dos agricultores através da capacitação. A empresa pretende disponibilizar o novo café de Moçambique como uma edição limitada em 2022.

“A Nespresso está muito orgulhosa de iniciar esta colaboração com o Projeto Gorongosa para reativar a produção de café em Moçambique”, disse Jean-Marc Duvoisin, ex-CEO da Nespresso e atual vice-presidente sênior de parcerias estratégicas de negócios, joint ventures e licenciamento de marcas da Nestlé. “Trabalharemos diretamente com os cafeicultores para ajudar a estabelecer um suprimento de café de alta qualidade que aumentará as oportunidades econômicas nessa região, proporcionando aos nossos consumidores uma experiência única em café”, comentou.

O Projeto Gorongosa, estabelecido há 25 anos pela Fundação Carr e pelo Governo de Moçambique, vem trabalhando na última década na implementação de um programa chamado Gorongosa Coffee, dedicado à criação de empregos para pequenos agricultores e à promoção do reflorestamento da floresta tropical.

A região esteve no centro de conflitos civis e distúrbios políticos de 1977 até o Tratado de Paz de 2019, que, juntamente com métodos agrícolas insustentáveis, danificaram gravemente as florestas da Gorongosa. Desde 2015, os agricultores locais são incentivados a plantar mudas de café nas encostas do Monte Gorongosa. A região, denominada Zona Tampão, consiste em 600 mil hectares que circundam o Parque Nacional, com o objetivo de reflorestar o Monte Gorongosa através de uma iniciativa de café sombreado.

“A colaboração com a Nespresso ajudará o programa Gorongosa Coffee a alcançar sua ambição de dedicar mil hectares ao café arábica cultivado à sombra de alta qualidade, traduzindo-se em mais de 5 mil hectares de floresta tropical protegida e restaurada e meios de subsistência sustentáveis ??para mais de 2500 famílias”, disse Matthew Jordan, do Parque Nacional.

Por meio de seu programa Reviving Origins, a Nespresso investe 10 milhões de francos suíços (cerca de US$ 10,3 milhões) durante um período de cinco anos - 2017 a 2021 - para reviver as indústrias de café em países selecionados, com o objetivo de incentivar o desenvolvimento econômico rural, ao mesmo tempo em que oferece aos amantes do café acesso aos grãos mais raros e de alta qualidade do mundo.

O programa Reviving Origins faz parte do compromisso geral da Nespresso de investir 500 milhões de francos suíços (cerca de US $515 milhões) de 2014 a 2020 em iniciativas de sustentabilidade, como parte da estratégia de sustentabilidade The Positive Cup.

As informações são do Global Coffee Report / Tradução Juliana Santi

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.