FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Ministro da Infraestrutura assina contrato de concessão do Porto de Santos

POR EQUIPE CAFÉPOINT

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 30/01/2020

0
0

Santos (SP) recebeu na última quarta-feira (29/01) o ministro da Infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas, que assinou o contrato de concessão do terminal STS20, no Porto de Santos, com o consórcio Hidrovias do Brasil S/A.

O leilão do terminal ocorreu em agosto do ano passado e rendeu R$ 112,5 milhões em outorgas ao governo por um contrato com duração de 25 anos. O ministro e o secretário nacional de Portos e Transportes Aquaviários, Diogo Piloni fizeram também, antes da cerimônia, uma visita técnica ao Porto de Santos, o maior complexo portuário da América Latina, que é responsável pela movimentação de quase um terço das trocas comerciais brasileiras. “Revertemos um prejuízo de R$  450 milhões em 2018 para um lucro de R$ 150 milhões em 2019”, afirmou Freitas sobre a gestão portuária.

A empresa, que já tem atividade logística de transporte de grãos e fertilizantes no Norte do Brasil e hidroviário nos Rios Uruguai, Paraguai e Paraná, vai operar uma área de mais de 29 mil metros quadrados e três armazéns, destinada à movimentação de fertilizantes e sal.

“Serão R$ 219,25 milhões investidos em melhorias, como construção de novos e modernos armazéns e dragagem de aprofundamento de berços, com reforço de cais, o que possibilitará a atracação de embarcações maiores”, comentou o ministro Tarcísio Gomes de Freitas.

Os investimentos previstos são obras de demolição e construção de armazéns, reforço do cais público, dragagem de aprofundamento, derrocamento do berço de atracação, aquisição de equipamentos para descarregamento de navios, para transporte de fertilizantes e instalação de balanças rodoviárias.

Segundo dados do Ministério, a capacidade de armazenagem anual do terminal é de 1 milhão de toneladas para sal e de 2,6 milhões de toneladas para fertilizantes. “No caso dos fertilizantes, os insumos são importantes, pois abastecem a cadeia agrícola no centro do país. Já no caso do sal, que chega ao porto via cabotagem do Nordeste, o insumo abastece várias cadeias da indústria nacional, sobretudo no estado de São Paulo. Hoje, o terminal movimenta cerca de 50% do sal que chega e sai do Porto de Santos”, divulgou a pasta.

“A chegada da Hidrovias do Brasil S/A. é importante porque traz um perfil diferente de empreendedor. A empresa agrega a expertise de fundos de investimentos ao negócio. Geralmente, os leilões são vencidos por operadores do setor. Além disso, é a primeira vez que a empresa vai operar em um porto público. Estamos otimistas”, disse o secretário Diogo Piloni.

As informações são da Agência Brasil

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.