FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Mês de janeiro é positivo em relação às exportações

POR EQUIPE CAFÉPOINT

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 12/02/2019

0
0

Dados do Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé) apresentam números positivos em relação às exportações de café no começo do ano. Foram 3,28 milhões de sacas, considerando a soma de café verde, solúvel e torrado e moído.

Quando comparado ao mesmo período do ano passado, o volume foi 20,8% superior. A receita cambial também apresentou crescimento, de 0,2%, em relação ao mesmo mês do ano passado, chegando a US$ 439 milhões.

Com relação às variedades embarcadas, o café arábica representou 88,5% do volume total de café exportado em janeiro de 2019, com 2,9 milhões de sacas, apresentando um crescimento de 15,5% na comparação com janeiro de 2018.

O café solúvel representou 7,2% do volume total exportado, com 237 mil sacas, registrando acréscimo de 27,7%, também em relação a janeiro de 2018. Já o conilon (robusta) representou 4,2%, com 138,5 mil sacas exportadas, um aumento de 986% em relação ao ano passado.

“As exportações de café do Brasil seguem em um ritmo intenso. Registramos um recorde histórico para o mês de janeiro, confirmando as estimativas. Esse resultado é reflexo de uma boa safra e da qualidade e competência da cadeia produtiva brasileira. Nossa expectativa é que o desempenho das exportações continuará positivo durante o restante do ano cafeeiro, atendendo com excelência os importadores e, principalmente, os consumidores finais”, declara Nelson Carvalhaes, presidente do Cecafé.

Principais destinos
Na lista dos dez principais destinos do café brasileiro em janeiro estão a Alemanha, que importou 662 mil sacas de café (correspondendo a 20,2% das exportações do mês); os Estados Unidos, com 605 mil sacas importadas (18,4%); e a Itália, com 355 mil sacas (10,8%).

Na sequência estão: Japão, com 275 mil sacas (8,4%); Bélgica, com 221 mil sacas (6,7%); França, com 110 mil sacas (3,4%); Turquia, com 106 mil sacas (3,2%); Federação Russa, com 74 mil sacas (2,3%); Reino Unido, com 64 mil sacas (1,9%); e Canadá, com 62 mil sacas (1,9%).

Em relação aos cafés diferenciados, o Brasil exportou 631 mil sacas em janeiro, uma participação de 19,2% no volume total do café embarcado, e de 24,5% da receita cambial. Comparado a janeiro de 2018, o volume representou um crescimento de 20,2%.

Os principais destinos em janeiro deste ano foram os EUA, que importaram 142 mil sacas de café brasileiro (22,5% do volume total embarcado no mês); seguido da Alemanha, com 109 mil sacas (17,2%); e do Japão, com 71 mil sacas (11,3%).

Seguem na relação a Bélgica, com 65 mil sacas (10,4%); Itália, com 43 mil sacas (6,8%); Canadá, com 27 mil sacas (4,2%); França, com 19 mil sacas (3%); Reino Unido, com 17 mil sacas (2,7%); Finlândia, com 16 mil sacas (2,5%); e Holanda, com 15 mil sacas (2,3%).

Preços
Em janeiro deste ano, o preço médio da saca de café foi de US$ 133,53/saca, uma queda de 17% na comparação com janeiro de 2018, quando a média foi de US$ 160,95/saca.

Portos
O Porto de Santos segue na liderança da maior parte das exportações em janeiro, com 82,3% do volume exportados a partir dele (2,7 milhões de sacas), enquanto que o Porto do Rio de Janeiro aparece na sequência, com 11,5% dos embarques (377 mil sacas).

O relatório completo está disponível no site do Cecafé

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.