FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Leilão do Cup of Excellence Etiópia gera mais de US$ 1 milhão para produtores

POR EQUIPE CAFÉPOINT

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 01/07/2020

3 MIN DE LEITURA

0
0

O leilão do Cup of Excellence (COE) 2020 da Etiópia quebrou recordes, com vendas totais de US$ 1.348.690, superando o recorde anterior de US$ 830.245 de El Salvador, em 2011, que tinha 42 lotes à venda, enquanto que o leilão da Etiópia incluía apenas 28, atingindo um preço médio recorde de US$ 28 por libra.

O café com maior pontuação na competição etíope deste ano foi vendido a US$ 185,10 por libra, ou US $ 407 por quilograma. A Alliance for Coffee Excellence (ACE) aponta que este é o preço mais alto já registrado para um café do país.

Metade do lote foi comprado pela japonesa Maruyama Coffee Co. e seu grupo de compras, composto por Saza Coffee, Cometeer, Goodboybob Coffee, Difference Coffee e Harrods. A outra metade do lote foi comprada pela Sarutahiko Coffee Inc., também do Japão.

O produtor Nigusie Gemeda, de Sidama, ficou surpreso ao ver o preço pago por seu café. “Sou cafeicultor há muito tempo, mas ainda estou aprendendo o valor do nosso café. Estou muito feliz com o resultado. Nunca imaginei que o grão fosse vendido por esse preço. Agora eu sei que há uma razão para o café ser chamado de ouro verde”, conta ele.

Os 168 compradores de 33 países fizeram 4.137 lances por mais de cinco horas para garantir os cafés premiados. Os grãos da segunda parte, provenientes do Rumudamo Coffee, em Sidama, tiveram um total de 902 ofertas, outro número recorde na história da competição.

"É uma lição poderosa e além do que poderíamos ter imaginado. Às vezes, vendemos nosso café por menos de um dólar e isso é desencorajador para os produtores. Agora vemos que existe um mercado em que podemos explorar se garantirmos a qualidade”, afirma Ato Bogale Woledehana, gerente geral da Rumudamo Coffee.

A empresa norte-americana Coffee at Intelligentsia venceu na licitação competitiva, pagando um preço de US$ 108 por libra. “A Etiópia é o berço do café e é amplamente considerado o produtor dos cafés mais deliciosos do mundo, mas muitos de seus agricultores estão entre os mais pobres. Este leilão envia uma mensagem de esperança que não apenas valida os investimentos em qualidade, mas também serve como um lembrete de que o movimento pela qualidade chegou para ficar”, aponta Geoff Watts, vice-presidente de café da Intelligentsia.

Ele explica ainda que os agricultores são o coração, a alma e a espinha dorsal da indústria de café, mas raramente obtêm o reconhecimento, ou mais importante, a recompensa econômica que seu trabalho merece. “Numa época em que o movimento do café de qualidade enfrenta graves ameaças existenciais e o mundo está em turbulência, é especialmente revigorante ver o Cup of Excellence dar início a esse evento e proporcionar um impulso econômico tão inesperado às pessoas que mais precisam”, diz.

Os 35 agricultores que fornecem café a Rumudamo também estão animados com esses preços. “Nenhum de nós tinha ouvido falar de um café vendido nesse valor. É uma surpresa para todos", contou o gerente geral da Rumudamo Coffee, que teve outro café vencedor no leilão, vendido a US $ 35,10 por libra.

O terceiro preço mais alto foi para a Testi Trading, por US $ 66,60 por libra, vendido para a Black Gold Coffee Co., de Taiwan. "Estamos satisfeitos com o resultado", disse Ato Faysel Abdosh, fundador e gerente da Testi.

Os compradores também expressaram entusiasmo por fazerem parte do primeiro leilão etíope. "É uma honra participar do leilão e, especialmente, do primeiro leilão da Etiópia. Parece monumental e esperamos que isso se torne uma tradição nos próximos anos”, disse Jon Allen, do Onyx Coffee Lab, dos Estados Unidos. O laboratório comprou café do pequeno produtor Gare Ware Jilo, de Oromia, a US$ 21 por libra.

O exportador selecionado para os cafés do Cup of Excellence concluiu a limpeza e a embalagem a vácuo de todos os lotes. Quase 20 mil quilos de café estão prontos para serem exportados para os maiores compradores em 33 países.

"Isso mostra o que acontece quando investimos em qualidade", disse a Dra. Adugna Debela, diretora geral da Autoridade Etíope de Café e Chá. “Conseguimos enfrentar tempos difíceis. Tivemos que tomar decisões complicadas e movimentos ousados ??para fazer a competição continuar, apesar da pandemia. Parabéns a todos os nossos agricultores”, finalizou.

Mais informações: www.cupofexcellence.org e www.allianceforcoffeeexcellence.org/ethiopia-2020

As informações são do Global Coffee Report / Tradução Juliana Santin

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

CaféPoint AgriPoint