ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Fórum SuperAgro: Governador e Secretário de Agricultura de SP falam sobre agronegócio no estado

POR EQUIPE CAFÉPOINT

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 08/04/2021

4 MIN DE LEITURA

1
0

Por Gabriela Kaneto

Está sendo realizado nesta quinta-feira (8), de maneira virtual com transmissão via YouTube, o Fórum SuperAgro. Organizado pela Exame, o evento contou com a participação do Governador do Estado de São Paulo, João Doria (PSDB), e do Secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Gustavo Junqueira, no painel “Como o Estado de São Paulo incentivará o agronegócio em 2021 e 2022”.

Sobre o tema, Gustavo Junqueira destacou alguns projetos criados pelo Governo do Estado para conectar a cidade ao campo. “No caso do agro, nós temos o programa Cidadania no Campo, que busca levar o mesmo nível de cidadania que nós temos nas cidades para o campo. Isso passa fundamentalmente por um trabalho de tecnologia. Desde o início, o Governador tem liderado processos onde o Estado fica mais eficiente pela implementação de tecnologia. Nós fizemos uma parceria com o Google, em 2019, para que fosse feito todo o endereçamento de propriedades rurais no Estado de São Paulo, que são 350 mil propriedades. Isso é importante para a segurança, ganho de eficiência na logística, mas, fundamentalmente, para que a gente possa integrar os mercados e fazer tudo que a gente faz de grande nas cidades, no campo”, explicou.

O Secretário de Agricultura e Abastecimento também destacou o mapeamento digital de todas as estradas paulistas e o cadastramento de pequenos produtores rurais e supermercados a uma plataforma digital. “Há todo um programa de conectividade no campo, porque nada disso funcionará se não tiver uma ligação. Então começa um projeto dentro da Secretaria de Agricultura com o setor privado, que é o Conectar Agro, liderado pelo Governo para que a gente tenha conectividade no campo”, disse.

Relações entre o Brasil e o exterior

Em relação à crise de reputação brasileira quanto ao meio ambiente, que acaba tendo relação com o agronegócio, João Doria disse: “Apesar de nós termos a Ministra Tereza Cristina fazendo um esforço louvável, eu reconheço isso, é muito difícil um esforço isolado dentro de um Governo desconectado”.

Ele também comentou que o Brasil vive hoje a sua pior imagem internacional de toda a história e como a incapacidade de articulação internacional do Governo Federal impacta nos estados. “Os estados brasileiros que são fortes produtores do agro, e eu destaco São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, entre outros, acabam tendo que fazer individualmente suas políticas de posicionamento de imagem para defender o setor privado no agro, o que dificulta muito. Melhor seria se tivéssemos um País organizado, disciplinado, onde o pacto federativo fosse respeitado e pudéssemos caminhar juntos na defesa do agro e principalmente na imagem internacional para ampliar as nossas exportações”, disse.

No painel, Doria anunciou que o Estado irá inaugurar, em junho deste ano, um escritório de desenvolvimento comercial em Munique, na Alemanha, com o objetivo de apoiar todos os setores da economia de São Paulo e, principalmente, impulsionar a exportação agro para os países europeus. Ele também afirmou que, em novembro, programa um novo escritório nos Estados Unidos. Vale lembrar que os Estados Unidos são o principal destino dos cafés brasileiros, com a importação de 1,3 milhão de sacas em fevereiro deste ano, de acordo com os dados do Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé). A Alemanha é o segundo principal importador do grão, com a aquisição de 1,2 milhão de sacas no mesmo período. Veja mais aqui.

Tecnologia no campo

Sobre a questão da conectividade e das novas tecnologias no campo, como a internet, Doria comentou que o assunto é tratado como prioridade no Governo de São Paulo: “Nós continuamos investindo na conectividade, ainda mais agora em tempos de pandemia, o campo está conectado e o produtor rural, micro, pequeno, médio e grande estão conectados, até pela necessidade de sobrevivência diante de uma pandemia que isolou e diminuiu o contato físico e tornou uma exigência fundamental a conectividade, seja na melhoria da produção, seja na venda, na comercialização do seu resultado”.

De acordo com Doria, o Governo Estadual tem um prazo de 24 meses (até o final de 2022) para que todo o campo esteja com “100% de conectividade”. Apesar do planejamento paulista, ele lembrou que o resultado também depende de esforços vindos do Governo Federal.

O que precisa ser feito para continuar o crescimento do agro em São Paulo?

Gustavo Junqueira pontuou que os desafios vão desde a infraestrutura, tanto de estradas quanto da parte digital, até a abertura de mercados internacionais e a imagem do meio ambiente. “Precisamos incorporar a nossa operação, cada vez mais, em um sistema de sustentabilidade. O Brasil precisa mostrar o que faz. Se nós pegarmos São Paulo como exemplo, nós somos, em termos de sustentabilidade, uma referência mundial. Nós temos 50% da produção de cana-de-açúcar e 50% de toda a produção de etanol do Brasil. Essas próprias usinas que fazem o cultivo da cana preservam as suas áreas de preservação permanentes e vão ampliar isso com o Programa Agro Legal. Além de produzir o etanol, produzem energia elétrica. Só no ano passado, nós produzimos 17.500 GW de energia/hora. É uma potência de sustentabilidade que poucos setores no mundo podem dizer”, destacou.

Clique aqui para assistir ao painel completo.

1

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

LUCIANO FALEIROS CINTRA

FRANCA - SÃO PAULO - PRODUÇÃO DE CAFÉ

EM 13/04/2021

O Governo do estado de sao paulo esta totalmente desconectado com os produtores rurais, um retrocesso para a agricultura. Um secretario da agricultura que nao tem conhecimento do verdadeiro agro. infelizmente sao paulo so perde com um governador perdido,politiqueiro e que esta quebrando o estado. Fala do do governo federal mas nao da um dentro,vergonha.
CaféPoint AgriPoint