ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Empresas investem em tecnologias para digitalizar processo de classificação do café

POR EQUIPE CAFÉPOINT

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 23/04/2021

2 MIN DE LEITURA

0
1

Os dias de especialistas reunidos em uma sala fechada para degustar café e classificar grãos quanto à cor, aroma e sabor podem estar contados. Uma empresa israelense desenvolveu um aparelho portátil capaz de escanear grãos para determinar a qualidade. A máquina, que funciona com inteligência artificial, precisará de um humano para inserir os parâmetros de qualidade primeiro, mas, depois disso, será capaz de classificar o café antes mesmo de ser torrado.

A empresa concluiu um programa piloto com a Carcafe, divisão colombiana da Volcafe, uma das maiores tradings de café do mundo. Uma transição para os computadores transformaria a maneira tradicional como o café é classificado por humanos.

Os avaliadores Q-Graders, da ICE Futures US, em Nova York, realizam a trabalhosa tarefa de determinar a qualidade e o valor dos grãos de café recebidos pela Bolsa. As tradings e torrefadoras também costumam ter seus próprios avaliadores de qualidade.

A degustação é um processo complicado, não muito diferente daquele realizado pelos sommeliers de vinho. Os Q-Graders pesam o café e o moem em uma xícara. Sentem o aroma do pó seco, anotando a fragrância. A água aquecida a 93 graus celsius é derramada sobre a borra e os avaliadores sentem o cheiro do café úmido.

Após 4 minutos, a crosta que se forma na parte superior da xícara é rompida e a borra e a espuma são removidas. Depois de esperar 15 minutos para o café esfriar, a bebida é sorvida em uma colher.

“É o humano que estabelece a parte sensorial. Você precisa ensinar ao robô o que fazer”, disse Oswaldo Aranha Neto, veterano da indústria do café que acaba de entrar na Demétria como membro do conselho. No mês passado, a Demétria fechou uma rodada de financiamento inicial de US$ 3 milhões, liderada pelo investidor latino-americano-israelense Celeritas e um grupo de investidores privados, incluindo o Mercantil Colpatria, o braço de investimento do Grupo Colpatria, da Colômbia.

“A degustação é inacessível para a grande maioria dos 12,5 milhões de pequenos agricultores que produzem 60% dos grãos de café pelo mundo e não podem determinar a qualidade de sua colheita e ter uma vida mais confortável”, escreveu a Demétria.

A solução da empresa consiste em uma plataforma de inteligência de dados baseada em IA que classifica cada grão de acordo com os padrões da roda de sabor internacional de café. O sistema usa sensores portáteis de infravermelho próximo (NIR) e inteligência artificial para analisar e fazer impressões digitais dos grãos de café verdes para marcadores bioquímicos.

A Volcafe, unidade da ED&F Man, está em processo de adoção e implantação da tecnologia, buscando “aumentar muito a eficiência e a eficácia do nosso processo de prospecção em nossos pontos de compra e em campo”, disse o gerente-geral, Sebastian Pinzón.

Aranha Neto espera que o setor adote o sistema antes de chegar até os produtores, já que as torrefadoras geralmente definem os parâmetros de qualidade que procuram. O CEO da Demétria, Felipe Ayerbe, acrescentou que a ferramenta também ajudará cafeicultores a produzir café com as características que os compradores desejam, possivelmente ajudando a conseguir preços melhores.

A tecnologia também pode ajudar a Bolsa, que teve dificuldades para classificar os grãos durante a pandemia devido às regras de distanciamento social. Também, segundo Aranha Neto, pode ajudar a resolver disputas de qualidade no mercado. Se for adotado pela Bolsa, as tradings também podem usar o aparelho para escanear o café antes de enviá-lo, reduzindo o risco dos grãos não passarem na classificação.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

CaféPoint AgriPoint