FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Cursos e eventos se adaptam ao meio digital para atender produtores

POR EQUIPE CAFÉPOINT

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 03/07/2020

1 MIN DE LEITURA

0
0

A tecnologia se faz cada vez mais presente no campo, seja com novos maquinários que facilitam os processos de pós-colheita ou até mesmo com os aplicativos que surgem para ajudar os produtores a terem uma visão mais ampla de sua propriedade. Agora, devido à pandemia de Covid-19 (coronavírus) que estamos enfrentando, muitos cursos e palestras que aconteceriam de maneira presencial precisaram ser readaptados ao mundo digital para que o produtor, mesmo em tempos difíceis, receba informações de qualidade para dar continuidade aos serviços no campo.

“É importante para nós nos atualizarmos nos processos tecnológicos de colheita e pós-colheita, com processos de classificação, e também nas políticas cafeeiras que nos trazem os cenários atuais”, comenta o produtor Fernando Barbosa, da Fazenda Velha, no Vale dos Arrudas, em São Pedro da União (MG). Além desses pontos, ele reforça a importância do meio digital em trazer informações sobre as atualizações do mercado mundial de café.

Porém, mesmo com os pontos positivos, o cafeicultor tem observado que muitos outros colegas ainda sentem dificuldades em se adaptarem a nova realidade, “Muitos não estão entrando nas salas de vídeo, o que acaba desmotivando outros”, relata.

Outro setor que também foi afetado pela pandemia foi o de eventos. O 5º Encontro de Inovação e Tecnologia para a Cafeicultura do Cerrado Mineiro, por exemplo, precisou ser repensado e aconteceu este ano no YouTube em parceria com o projeto Fala Café, organizado pelo CaféPoint e pela Revista Espresso.

Para Aparecida Valério, produtora do Sítio Recanto dos Tucanos, atual campeão do Coffee of the Year, essa readaptação para o espaço digital tem sido de grande valia. “As lives que assistimos foram todas com conteúdos relevantes, claros e firmes. Percebemos que precisamos muito do corpo a corpo, mas estamos a cada dia nos adaptando”, comenta.

Dentro das lavouras

Durante o período de quarentena, grande parte visitas técnicas foi reduzida ou adaptada ao ambiente virtual. Em São Pedro da União, na propriedade de Fernando, os técnicos continuaram indo pessoalmente, porém, em horários alternativos. “Os técnicos ligam, agendam os horários e usam os EPIs”, explica.

Como estão acontecendo as visitações técnicas na sua fazenda? Você tem acompanhado eventos e cursos de maneira online? Deixe seu comentário na caixa abaixo!

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

CaféPoint AgriPoint