FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Conab aponta média de 60 milhões de sacas para safra 2020/2021

POR EQUIPE CAFÉPOINT

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 10/02/2020

0
0

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou o primeiro levantamento da Safra de Café Brasileira e aponta que, para o ano de 2020, a produção total dos cafés arábica e canéfora (conilon) deverá ficar entre 57,2 milhões a 62,02 milhões, números que possibilitam calcular uma média aproximada do volume físico de 60 milhões de sacas de 60 kg a serem colhidas neste ano. A área também estimada para essa produção contempla 1,88 milhão de hectares, que representam um crescimento de 4% em relação à área da safra anterior, com produtividade média de 32 sacas por hectare.

Em relação à safra do café arábica, a produção estimada compreende o intervalo de 43,2 milhões a 45,98 milhões de sacas, o que dá uma média aproximada de 45 milhões de sacas, as quais equivalem a 75% da produção total estimada. Quanto ao canéfora (conilon), a produção calculada ficou entre 13,95 milhões e 16,04 milhões de sacas, representando, assim, uma média do volume produzido total perto de 15 milhões de sacas de 60kg, que correspondem a 25% do total a ser colhido. Com base nesses números estimados, pode-se calcular que nesta safra 2020/2021, proporcionalmente, de cada quatro sacas a serem colhidas, três serão da espécie arábica e uma de canéfora. Contudo, tais números ainda poderão ser objeto de ajustes nas próximas etapas de levantamento.

Neste contexto, vale destacar que este primeiro levantamento revelou que a área total cultivada com o café no País, tanto da espécie arábica como a de conilon, totaliza 2,16 milhões hectares, cultivo que representa um acréscimo de 1,4% em relação à área de 2019. Deste total estimado, 276,6 mil hectares estão em formação, os quais denotam uma redução de 13,3% em comparação com a safra anterior. Desse modo, 1,88 milhão de hectares é que se encontra efetivamente em produção em 2020, representando um acréscimo de 4% em relação à safra anterior.

Conforme os dados deste Primeiro Levantamento, a área plantada com o café arábica ocupa 1,75 milhão de hectares, que representam 81% da área total empregada com lavouras de café, número que representa incremento de 1,4% em relação à safra passada. Minas Gerais, maior produtor de café do Brasil, também concentra a maior área, com 1,22 milhão de hectares, os quais correspondem a 69,8% da área ocupada com café arábica em âmbito nacional. Vale ressaltar que a área plantada com café arábica no País tem se mantido estável nas últimas dez safras e gira em torno de 1,77 milhão de hectares.

Em relação à área destinada ao café canéfora (conilon), a estimativa da Conab é de que haverá um aumento de 1,4%, a qual foi estimada em 404,3 mil hectares. Entretanto, desse total, 371,1 mil hectares estão em produção e 33,2 mil hectares em processo de formação. No Espírito Santo está a maior área, 265,2 mil hectares, seguido por Rondônia, com 71,05 mil hectares, e a Bahia, com 40,9 mil hectares.

O relatório completo você encontra aqui. (http://www.sapc.embrapa.br/arquivos/consorcio/levantamento/conab_safra_2020n1.pdf)

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.