FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Começam as preparações para o cupping das amostras de café do Programa ATeG

POR EQUIPE CAFÉPOINT

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 19/10/2020

2 MIN DE LEITURA

0
0

Estão a todo vapor as preparações para o Cupping 2020, do Senar Minas, com os cafés dos produtores rurais atendidos pelo programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG Café) do Sistema FAEMG/SENAR/INAES. Foram recebidas 919 amostras e, este ano, as etapas serão realizadas no Sindicato dos Produtores Rurais de Boa Esperança, parceiro do evento.

“O nosso salão de eventos passou recentemente por uma ampla reforma, justamente para atender ao cupping. Nós agradecemos a oportunidade de realizar o concurso aqui este ano”, diz o presidente do sindicato rural, Henrique Pacheco.

Etapas

Os cafés vieram das regiões Sul de Minas, Matas, Cerrado e Chapada, distribuídos em duas categorias: natural e cereja descascado. As amostras estão sendo classificadas por instrutores e ex-alunos dos cursos do Senar. “Os melhores cafés do cupping serão apresentados na Semana Internacional do Café 2020, que este ano será 100% on-line entre os dias 18 e 20 de novembro”, comenta o gerente regional do Sistema FAEMG/SENAR/INAES em Lavras, Wander Magalhães Júnior.

O processo de classificação começou essa semana e segue até o dia 23 de outubro. Após essa etapa, acontecerá a degustação feita pelos Q-Graders, profissionais com certificação internacional e especialistas para laudos de qualidade do grão.

Esse é o quarto ano que Roberto Gregatti, Q-Grader e instrutor do Senar, participa do cuppping. “Nossa expectativa é a melhor possível. Com certeza o cupping do Senar é o maior concurso em número de amostras de cafés. O evento apresenta um mapeamento de qualidade. Quem ganha é o produtor rural, que terá valor agregado ao seu café”, explica.

Mapeamento de qualidade

“No evento, os produtores vão conhecer o perfil de seus cafés, buscando, com o auxílio dos técnicos de campo, melhorias da bebida e remuneração. A cada ano o cupping vem sendo aprimorado para sempre aproximar o produtor de potenciais compradores e do consumidor”, ressalta o supervisor do ATeG Café, Henrique Frederico Santos.

O engenheiro agrônomo e técnico de campo, Rodrigo Doval, acompanha o produtor Isaías Luciano, vencedor do cupping em 2019 na categoria natural da Região Sul de Minas. “No cupping o cafeicultor tem a oportunidade de fazer um diagnóstico do manejo pós-colheita, melhorando os processos para futuras safras. Além disso, agrega valor ao café produzido e a propriedade ganha visibilidade no mercado. A empresa Três Corações comprou cafés dos campeões ano passado e isso repercutiu positivamente para os produtores”, lembrou o profissional.

As informações são da Assessoria de Comunicação Senar Minas – Regional Lavras

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

CaféPoint AgriPoint