FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Cafeicultor de Rondônia vence categoria robusta/conilon do Concurso Nacional ABIC

POR EQUIPE CAFÉPOINT

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 18/02/2020

1
0

O 16º Concurso Nacional ABIC de Qualidade do Café – Origens do Brasil – Safra 2019 bateu recorde de amostras e Rondônia marcou presença com Alex Marques de Lima, do município de Alto Alegre dos Parecis, que ganhou o prêmio de primeiro lugar na categoria robusta/conilon.

“Foi uma emoção grande quando recebi a notícia que tinha vencido o prêmio. Durante minha vida inteira trabalhei na roça com o meu pai plantando café. Tenho 30 anos e é muito bom representar Rondônia nesse concurso”, destacou Alex. “Eu concorria apenas com o café arábica e pela primeira vez concorri com o robusta/conilon, e fomos vencedores. Minha família já participou de outros concursos importantes como o Concafé de Rondônia e o Coffee of The Year, que aconteceu em Belo Horizonte, durante a Semana Internacional do Café, e ficamos entre os 10 melhores. Agora chegamos ao primeiro colocado de um concurso muito importante no País”, afirmou o cafeicultor.

De acordo com o engenheiro agrônomo e Q Robusta Grader (especialista em degustação de café robusta), Janderson Dalazen, a Família Lima do município de Alto Alegre dos Parecis é um exemplo para o estado na produção de café de qualidade. “Esse é o resultado de um trabalho feito com qualidade. Rondônia fica muito feliz com essa conquista, dará ainda mais visibilidade para o nosso produtor e mostrará a qualidade do nosso café”, destacou o engenheiro.

Segundo o secretário da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), Evandro Padovani, este concurso é muito conhecido e conceituado no Brasil. “Rondônia mais uma vez se destaca em primeiro lugar com seu produto de qualidade. Parabenizo a família Lima por levar o nome do nosso estado no ranking de primeiro colocado. Rondônia é o terceiro maior produtor de café robusta do Brasil e o maior da região Norte. Já somos conhecidos neste setor. Trabalhamos firmes para aumentar ainda mais esse crescimento”, comentou Padovani.

Com objetivo de facilitar a compra e venda do café e dando mais oportunidade para os produtores comercializarem seus produtos, as sacas são leiloadas através de leilão online. Na ocasião, uma saca do café robusta de Rondônia foi arrematada por R$ 1.600 e a outra por R$ 1.550.

 As informações são  Secom – Governo do Estado de Rondônia (Por Antonia Lima e fotos de Renata Silva, Daiane Mendonça e assessoria Seagri).

1

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

JOSÉ IOVAN TEIXEIRA (VANDO)

JI-PARANÁ - RONDÔNIA - INDÚSTRIA DE CAFÉ

EM 17/03/2020

bom dia . poderiam ter aumentado umas duas linhas para informar as empresas arrematadoras destes lotes de robustas/conilon