FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Brasil exporta 3,3 milhões de sacas de café em abril

POR EQUIPE CAFÉPOINT

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 13/05/2020

0
0

O Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé) divulgou os dados do relatório das exportações no mês de abril e constatou que o País exportou 3,3 milhões de sacas de café, considerando a soma do café verde, solúvel, torrado e moído. Ao comparar a receita cambial gerada neste ano com o mesmo período de 2019, o valor foi 9% maior. Já o preço médio da saca foi de US$ 132,02, alta de 6,4% na mesma comparação.

Com relação às variedades embarcadas no mês passado, o canéfora (robusta) apresentou um relevante aumento nas exportações (+30,3%) em relação a abril de 2019, com 313,1 mil sacas exportadas (9,4% da participação das exportações por variedade). Já o arábica representou 79,9% do volume total de café exportado no mês, com 2,7 milhões de sacas embarcadas, enquanto o solúvel representou 10,7% dos embarques, com a exportação de 357,3 mil sacas.

“Os dados de exportação de café referentes a abril/2020 foram uma surpresa positiva, trazendo um resultado de embarques superior ao esperado para o período. Historicamente, pela primeira vez os estoques foram praticamente exauridos durante a entressafra, marcando de forma inédita a passagem de um ano safra para o outro, quase sem estoques. Com isto, o Brasil terá que contar com a safra 2020/2021 que está sendo colhida, dos cafés canéforas em Espírito Santo, Rondônia e Bahia e do arábica, que tem início agora em todos os estados produtores, incluindo Minas Gerais e São Paulo. Isso comprova mais uma vez a eficiência da cadeia do agronegócio brasileiro e em especial do café. O Brasil ficou muito competitivo e mantém seus investimentos nas operações de forma sustentável. Toda a cadeia segue empenhada e se esforçando para que o café chegue ao consumidor com segurança e seguindo rigorosamente as orientações de cuidados e prevenção da OMS, Ministério da Saúde e entidades de saúde estaduais e municipais”, declara Nelson Carvalhaes, presidente do Cecafé.

No compilado de janeiro a abril de 2020, o Brasil exportou 13,3 milhões de sacas de café, com destaque para o crescimento de 27,2% nas exportações do canéfora (robusta) na comparação com o primeiro o mesmo período do ano passado. A receita cambial gerada pelas exportações no período foi de US$ 1,8 bilhão e o preço médio foi de US$ 134,82, registrando aumento de 4,2%.

Café especial

Nos primeiros quatro meses deste ano, o Brasil exportou 2,2 milhões de sacas de cafés diferenciados (aqueles que têm qualidade superior ou algum tipo de certificado de práticas sustentáveis) que representaram 16,5% do total embarcado no período. A receita cambial dessa modalidade foi de US$ 382,3 milhões, correspondendo a 21,3% do total gerado com os valores da exportação de café no período. Já o preço médio da saca de cafés diferenciados ficou em US$ 174,04.

Ano-Safra 2019/2020

Nos dez meses do Ano-Safra 2019/20 (jul/19-abr/20), o Brasil exportou 33,6 milhões de sacas de café, com destaque para o crescimento de 20,3% nas exportações de café robusta na mesma base comparativa da safra anterior. A receita cambial com as exportações no período até agora foi de US$ 4,3 bilhões e o preço médio foi de US$ 129,13.

O relatório completo das exportações de café de março de 2020 está disponível no site do Cecafé.

As informações são do Cecafé.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.