ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Agropecuária é o único setor que cresceu no PIB de 2020

POR EQUIPE CAFÉPOINT

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 03/03/2021

1 MIN DE LEITURA

0
0

Mesmo com a pandemia de Covid-19 trazendo inúmeras perdas, a agropecuária foi o único setor da economia que manteve seu crescimento em 2020. Em relação a 2019, o segmento avançou 2% em meio ao tombo recorde de 4,1% do Produto Interno Bruto (PIB), divulgado nesta quarta-feira (3) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Com este resultado, a agropecuária aumentou a sua participação no PIB brasileiro de 5,1% em 2019, para 6,8% em 2020. Segundo o IBGE, essa alta ocorreu pelo crescimento e ganho de produtividade das lavouras, com destaque para o café (+24,4%) e a soja (+7,1%), que alcançaram produções recordes na série histórica. Por outro lado, no 4º trimestre de 2020, em relação a igual período de 2019, o agro teve variação negativa de 0,4% por perdas em culturas como a laranja (-10,6%) e o fumo (-8,4%).

Produtores e economistas consultados pelo portal de notícias G1 afirmam que os fatores que ajudaram a impulsionar o agro em 2020 foram:

- A safra recorde de grãos de 257,8 milhões de toneladas em 2019/2020;

- Investimento dos produtores em pacotes tecnológicos avançados - sementes, defensivos, fertilizantes e rações de maior qualidade;

- Clima favorável;

- Demanda externa aquecida - receio de desabastecimento de alimentos por causa do fechamento de fronteiras impulsionou importações dos países e o Brasil é um grande exportador do setor;

- Agro foi considerado uma atividade essencial durante a pandemia para evitar falta de mantimentos;

- Auxílio emergencial aqueceu a demanda interna;

- Valorização do dólar em relação ao real impulsionou exportações do agro;

- Recomposição do rebanho suíno chinês após peste suína africana puxou vendas de soja e milho do Brasil - grãos viram ração para os animais;

- Aumento da produção e exportação de carnes.

Para este ano, a expectativa é de mais crescimento, apesar de algumas preocupações dos produtores com o clima e os custos de produção.

O economista Renato Conchon, da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), espera que a agropecuária avance mais 2,5% no PIB de 2021, apoiada na expectativa de mais uma safra recorde de grãos, estimada em 268,3 milhões de toneladas pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) até o momento.

As informações são do Portal de Notícias G1.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

CaféPoint AgriPoint