carregando...
Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Você está em: Notícias > Produção

Colômbia: produção de café pode bater recorde de 14,7 milhões de sacas

postado em 22/11/2017

1 comentário
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Da redação

Se as condições climáticas na Colômbia continuarem favoráveis, a produção de café na safra 2017/2018 pode atingir 14,7 milhões de sacas, avanço de 0,68% na variação atual, segundo análise do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), divulgado na última segunda-feira (20).

Foto: Alexia Santi/Agência Ophelia
                                     Foto: Alexia Santi/Agência Ophelia

Na temporada 2016/2017 a produção colombiana de café alcançou níveis históricos de 14,6 milhões de sacas de 60 kg, como resultado de renovação no plantio e das boas condições climáticas. O relatório atual revisou em 100 mil sacas as expectativas para as colheitas dos ciclos de 2016/2017 e 2017/2018, compostas por grãos do tipo arábica.
“A produção de café na Colômbia está em níveis recordes não vistos desde o início dos anos 90, dado o alto programa de replantio bem-sucedido com variedades resistentes à praga da ferrugem do café e boas condições climáticas”, destaca o documento. A estratégia de recuperação das plantações reduziu a idade média dos cafezais de 15 para 7 anos, colaborando para a melhora da produtividade.

De acordo com a Federação Nacional de Cafeicultores da Colômbia (FNC), a produtividade média do grão aumentou para 18,2 sacas por hectare, 32% acima da última década, de 13,8 sacas por hectare. Paralelamente, a expectativa do órgão é de que as exportações atinjam 13,6 milhões de sacas na safra atual, praticamente o mesmo desempenho da temporada anterior, estimado em 13,5 milhões de sacas.

Segundo o USDA, a comercialização externa da Colômbia passou a crescer em 2013, quando as lavouras iniciaram um processo de recuperação. Os Estados Unidos são o principal destino dos embarques do grão colombiano, respondendo por 44% do volume exportado. Na sequência estão a União Europeia (25%), Japão (10%) e Canadá (7%). 

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Comentários

Luis Enrique Abarca

Jinotega - Jinotega - Nicarágua - Assessoria de imprensa
postado em 23/11/2017

Mi admiración a los colombianos por sus avances en producción de café, que contraste es Nicaragua donde la producción de café e investigación de nuevas variedades solo en sueño existen.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2017 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade