FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

De olho na nutrição do solo

LEONARDO CUSTÓDIO

EM 21/09/2020

2 MIN DE LEITURA

0
0

A nutrição da planta e do solo é um parâmetro essencial para o produtor que almeja uma lavoura bem nutrida e equilibrada.

Quando lembramos que no final de 2019 e começo de 2020 tivemos um grande volume de chuvas, esse foi o período em que as lavouras já estavam adubadas. Com o excesso de chuva, houve uma lixiviação desse adubo, o que fez com que o cafeeiro não absorvesse todo o nutriente necessário para sua nutrição e equilíbrio e, no período em que os grãos mais precisavam, ao final do seu ciclo, tivemos um déficit hídrico.

Diante desse ocorrido em algumas regiões, as lavouras apresentaram os cafés que chamo de “falsos maduros”, ou seja, aparentemente os grãos estavam maduros, porém, quando degustados, a bebida apresentou adstringência do verde, ataque do alcaloide. Ainda, lavouras em faces ensolaradas entregaram grãos mais miúdos e com barriga negativa.

Observei também que em algumas regiões, mesmo o produtor colhendo os cafés bem maduros, fazendo pequenos lotes, apareceram xícaras com bebida riada.

Outro detalhe é a pontuação. A maioria dos lotes não conseguiram obter notas acima de 85 pontos. Está sendo um ano em que as notas estão entre 80 e 84 pontos. Para quem obteve nota acima de 85 pontos, parabéns, pois está colhendo resultado de um excelente manejo feito na lavoura. Já nos processos de fermentações, teremos cafés com ótimas bebidas, mas com um curto período de seu sabor.

Compreendo que cada produtor vivencia realidades diferentes, mas acredito que para se ter mais produtividade e qualidade na lavoura, é necessário que o foco, a atenção esteja voltada para o que chamamos de “caixa d’água”, o solo. Outra questão muito importante é em relação a temperatura, a cada ano está aumentando mais e mais.

Muitos produtores já fazem um ótimo trabalho em relação à proteção e nutrição do solo, mas é um quesito pouco explorado pelos cafeicultores. Para aqueles que ainda não se atentaram para o uso de matéria orgânica, consórcio com alguma vegetação, entre outras, é importante ressaltar que devemos manter a nossa “caixa d’água” mais protegida, mais úmida.

Um cenário que estamos vendo é que as lavouras que menos sofreram são as que estão com nutrição em dia, solos protegidos. O cenário das que não possuem esse tratamento, na maioria das vezes, é de lavouras depauperadas. Para essa florada que está vindo já prejudicada, o detalhe é: toda sua nutrição tem que ser dosada e disponibilizada na hora certa para evitar surpresas no próximo ano.

No Brasil temos os melhores técnicos e engenheiros agrônomos do mundo. Acredito que cada produtor precisa ter sempre um desses profissionais ao seu lado, auxiliando-os.

LEONARDO CUSTÓDIO

Técnico em Cafeicultura, supervisor de qualidade da empresa Agro Fonte Alta, Q-Grader e mestre de torra

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

CaféPoint AgriPoint