carregando...
Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Você está em: Notícias > Internacional

Angola quer produzir 150 mil toneladas de café até 2022, diz embaixador

postado em 13/07/2017

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Da redação

A Angola pretende elevar a capacidade de produção de café do país para 150 mil toneladas até 2022, de acordo com o embaixador Nelson Cosme. O anúncio foi feito durante o Fórum Mundial dos Produtores de Café, que ocorreu em Medellin, segunda maior cidade da Colômbia, de 10 a 12 de junho.

Foto: Aislan Henrique da Silva/Café Editora
                               Foto: Aislan Henrique da Silva/Café Editora

No evento, Cosme, que falava em representação do ministro angolano da Agricultura, Marcos Nhunga, destacou as ações do governo para regressar ao núcleo dos grandes produtores. O país conta com o apoio do Fundo Comum de Produtos de Base da Organização Mundial do Café (OIC), que financiou, em oito milhões de dólares, um projeto de renovação e replantação de café conilon na região.

O café produzido em Angola tem prestígio entre os consumidores de todo mundo. Há, inclusive, um projeto negociado com a Nestlé para a exportação da bebida paras as fábricas de produtos Nescafé

O Fórum Mundial dos Produtores do Café foi aberto pelo presidente da Colômbia, Manuel Santos, e analisa temas como a sustentabilidade na produção, desenvolvimento rural e políticas de adaptação ás alterações climáticas. A cerimônia contou com a participação grandes personalidades da vida politica e econômica mundial, entre os quais os chefes do Estado da Costa Rica e das Honduras, além do vice-presidente de El Salvador e Bill Clinton (EUA).

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2017 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade