ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
FAÇA SEU LOGIN E ACESSE CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

Acesso a matérias, novidades por newsletter, interação com as notícias e muito mais.

ENTRAR SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Cálcio, Magnésio, Enxofre e Zinco: Funções e sintomas de deficiência no cafeeiro

POR EQUIPE CAFÉPOINT

TÉCNICAS DE PRODUÇÃO

EM 14/06/2022

3 MIN DE LEITURA

0
0

Cálcio 

É fundamental no desenvolvimento radicular. Sua importância maior é no período de implantação da lavoura, devendo ser colocado ao alcance das raízes, uma vez que a sua absorção por elas se dá por interceptação, já que é um nutriente imóvel no solo. A presença do cálcio nas camadas mais profundas de solo possibilita ao sistema radicular do cafeeiro um maior aprofundamento, assegurando à planta maior resistência à seca. 

Importante também na maior retenção de folhas, desenvolvimento das gemas, maturação dos frutos e na formação de proteínas. A forma mais comum de fornecer cálcio às lavouras de café é por meio das calagens. Em algumas partes do cafeeiro, como as raízes, caules e ramos, a sua concentração tem a mesma grandeza que a do potássio.

Sintomas de deficiência 
Como nutriente praticamente imóvel na planta, os primeiros sintomas de deficiência de cálcio aparecem nas folhas novas, com amarelecimento ao longo dos bordos destas folhas. Tal amarelecimento pode avançar entre as nervuras em direção ao centro, porém as nervuras e seu entorno permanecem verdes. Em casos extremos de deficiência, pode ocorrer a morte da gema terminal de plantas jovens.

Magnésio 

O magnésio desempenha inúmeras funções na planta, destacando-se na fotossíntese. É componente da clorofila, pigmento responsável pela coloração verde de ramos e frutos novos e, também, das folhas do cafeeiro. 

Sintomas de deficiência
A exemplo de nitrogênio, potássio e fósforo, nutrientes que apresentam alta mobilidade na planta, os sintomas de deficiência de magnésio se iniciam pelas folhas mais velhas e também naquelas mais próximas dos frutos, com o aparecimento de uma clorose internerval, ou seja, amarelecimento apenas entre as nervuras, particularidade que a diferencia da deficiência de nitrogênio. As manchas cloróticas podem evoluir para um tom pardacento, com queda prematura das folhas. A deficiência de magnésio, por reduzir a taxa de fotossíntese, é refletida também no baixo crescimento geral da planta. 

Enxofre 

Tem importância por ser constituinte de aminoácidos, por apresentar funções estruturais em proteínas e por ter, também, diversas funções metabólicas. O enxofre participa da síntese de clorofila e é muito importante para o bom desenvolvimento das raízes. A sua carência em solos está associada a baixos teores de matéria orgânica, tida como importante fonte deste nutriente. 

Sintomas de deficiência 
Por ser de baixa mobilidade na planta, os sintomas de deficiência aparecem inicialmente nas folhas mais novas, que tomam coloração amarelo citrina (verde-claro) passando, posteriormente, para uma clorose generalizada em toda a planta, causando desfolhamento e também o encurtamento dos internódios.

Zinco 

O zinco é um dos micronutrientes que mais podem limitar a produção do cafeeiro. Está diretamente ligado às áreas de crescimento da planta e também tem papel importante na germinação do tubo polínico, influenciando o pegamento da florada e tamanho dos frutos. Fica fortemente retido pelo complexo de troca do solo, principalmente os argilosos, o que limita a sua absorção pelas raízes. 

Sintomas de deficiência 
Os sintomas de deficiência aparecem primeiramente nas folhas em expansão, que se tornam estreitas, retorcidas, coriáceas, quebradiças e ásperas ao tato. As nervuras se desenvolvem mais que o parênquima, provocando saliências no limbo foliar. Entre as nervuras sobressai um fundo amarelo pálido, sendo que, nas laterais da nervura principal, a cor verde se mantém. A clorose das folhas pode evoluir para manchas púrpuras. O tamanho reduzido das folhas e o seu agrupamento em secções do ramo com os internódios encurtados formam um tufo, também conhecido como roseta, podendo ocorrer a morte dos ponteiros. Plantas com alta carga e deficientes neste nutriente apresentam desfolha e acentuado cinturamento.

Clique aqui para ler sobre as funções e sintomas de deficiência ou excesso dos nutrientes Nitrogênio, Fósforo e Potássio. E aqui sobre Boro, Ferro, Manganês e Cobre.

As informações são do "Manual do Café - Manejo de Cafezais em Produção", da Emater-MG.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

CaféPoint AgriPoint