ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Diferenças entre cercosporiose e leprose em folhas e frutos de cafeeiros

POR JOSÉ BRAZ MATIELLO

FOLHA PROCAFÉ

EM 30/04/2021

2 MIN DE LEITURA

0
0

Cercosporiose e leprose são duas doenças em cafeeiros que atacam folhas e frutos, porém possuem origem e sintomas bem diferenciados, embora muitos ainda confundam essas doenças especialmente quanto às lesões provocadas em frutos.

A cercosporiose é uma doença de plantas enfraquecidas, seja por stress nutricional (principalmente por carência de N), seja por stress hídrico, com maior gravidade em plantas com carga alta, em variedades de menor vigor, de maturação precoce e nas regiões mais quentes. As folhas atacadas apresentam lesões típicas com centro claro e halo amarelado, ou então uma lesão circular escura, sem halo, no caso da cercospora negra, quando de deficiência grave de P. Nos frutos, as lesões aparecem inicialmente pequenas e de cor escura, crescendo em seguida, sendo mais comuns na face dos frutos batida pelo sol.

Nesse último ano agrícola, a cercosporiose se mostrou mais grave devido à prevalência de condições favoráveis, como seca, calor, stress hídrico, o atraso nas adubações e pulverizações, depois excesso de chuvas, com lavagem dos nitrogenados em profundidade. Além disso, os programas de controle químico da ferrugem, também empregados para o controle da cercosporiose, tem reduzido o uso de fungicidas cúpricos.

Na leprose as lesões em folhas são muito diferentes. São anéis cloróticos e raramente provocam necrose no tecido foliar. As folhas mais atacadas são as situadas internamente nas plantas. Nos frutos verdes, as lesões são de formato irregular e de cor marrom claro, e nos frutos maduros não ocorrem lesões, apenas acontecem mudanças de coloração, formando anéis amarelados, também praticamente sem necrose.

Outro tipo de lesões em frutos de café maduros que pode estar confundindo em campo é o que chamamos de “manchas marrons”. Trata-se de um grande número de microlesões de cor marrom que aparecem na época de amadurecimento dos frutos, especialmente nos de coloração amarela. Neste caso, as pequenas lesões ou pontos marrons são provocados pela incidência de sol, provavelmente pelo rompimento de células da casca dos frutos de café, à semelhança do que ocorre em outros tipos de frutos. A correlação do sintoma com a insolação pode ser facilmente verificada, pois ao virar o ramo com os frutos, os pontos marrons se encontram ausentes nos frutos da parte debaixo do ramo, não batida diretamente pelo sol.

A correta identificação dos problemas de doenças no cafeeiro é importante, com vistas à indicação da forma mais adequada ao seu controle.


Sintomas da cercosporiose em folhas e frutos: lesões típicas com necrose e centro claro e halo amarelada em volta (em cima, à esquerda) e lesões sem halo amarelado de cercospora negra (embaixo). Lesões em frutos verdes e em maduros forçados, sempre lesões escuras


Sintomas típicos da leprose no cafeeiro: em folhas com lesões claras, sem necrose, como anéis cloróticos (à esquerda), nos frutos verdes lesões afundadas, irregulares e de cor marrom claro (centro) e em frutos maduros mudanças na coloração da casca dos frutos (à direita)


Manchas marrons em frutos de café em fase de maturação, por efeito de insolação. Observa-se, nas duas fotos à direita, que a parte de cima do ramo apresenta frutos manchados, enquanto que no mesmo ramo, a parte baixa, pouco exposta ao sol, não apresenta frutos com manchas

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

CaféPoint AgriPoint