Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Procafé desenvolve híbrido da cultivar Ibairi, resistente à ferrugem

Por José Braz Matiello
postado em 09/08/2017

1 comentário
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Na Fazenda Experimental do Procafé em Varginha, Sul de Minas, vem sendo
desenvolvido um novo híbrido de cafeeiros Ibairi, com característica de resistência à ferrugem. O material genético é derivado do cruzamento da variedade Mokka com a cultivar Bourbon Vermelho. Ibairi significa fruto doce, portanto, apresenta características especiais em sua bebida.

Foto: Divulgação
                                                    Foto: Divulgação

No IAC foi registrada a cultivar Ibairi IAC 4761, cujos cafeeiros apresentam porte médio, copa ramificada e compacta, folhas novas de coloração bronze, folhas adultas pequenas e estreitas, frutos vermelhos, arredondados, pequenos e de maturação precoce, de sementes menores que a cultivar Bourbon Vermelho. Apresenta baixa produtividade e é suscetível à ferrugem.

Em tupi-guarani, a palavra Ibairi significa fruta doce e pequena. A cultivar apresenta, então, bebida de excelente qualidade, com aroma e sabor intensos, por isso sendo indicada para mercados especiais. A Ibairi praticamente não é cultivada comercialmente, devido à baixa produção e ao tamanho reduzido de seus grãos, em parte, ainda, pela sua alta susceptibilidade à ferrugem.

Foto: Divulgação
                                                  Foto: Divulgação

A transferência do alelo Mokka para outros materiais genéticos, visando incorporar produtividade, porte baixo, resistência e melhor tamanho de frutos, tem sido objeto de pesquisas, mas a herança da característica Mokka é mais complicada que um fator genético simples.

O híbrido agora estudado é resultado de cruzamento natural em uma população de cafeeiros Ibairi, do Banco de Germoplasma da FEX Varginha. Ao serem plantadas mudas de sementes dali oriundas, em um campo de observação novo, depois da 3ª safra e nas 2 seguintes, verificou-se que, do total de 30 plantas do campo, duas se mostravam com fenótipos diferentes das demais, ambas sendo resistentes à ferrugem.

Uma apresentava folhas maiores, normais, e outra, apresentava folhas pequenas e características de Mokka, porém, como já dito, resistente à ferrugem e com os frutos apresentando um tamanho maior do que os normais de Ibairi.

      Foto: Divulgação
                                                   Foto: Divulgação

A produtividade dessa planta tem sido boa, assim como seu vigor, parecendo ser mais resistente à seca, se mostrando sempre bem enfolhada. As plantas se encontram, hoje, com 8 anos de idade e até o momento não apresentaram nenhuma infecção por ferrugem.

No IAC, em Campinas, pesquisas realizadas já derivaram híbridos de Ibairi, embora ainda sem resultados de uso comercial. O hibrido de Ibairi em Varginha, pelas suas boas características, apresenta potencial para atender ao seu plantio em escala, visando à produção de cafés especiais. Sua nova geração se encontra, agora, em plantio, visando à observação da reprodutibilidade dessas características por via de sementes e ainda vai ser clonado para testagem em experimentos de produtividade. 

 

Direitos reservados

Este artigo é de uso exclusivo do CaféPoint, não sendo permitida sua cópia e/ou réplica sem prévia autorização do portal e do(s) autor(es) do artigo.

Saiba mais sobre o autor desse conteúdo

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Comentários

Frederico lemos Neto

Durandé - Minas Gerais - Produção de café
postado em 24/09/2017

Boa tarde, amigos!
Fico feliz em saber que novas variedades estão sendo preparadas para nós, cafeicultores. Vocês têm alguma previsão para quando essa variedade será liberada para plantios? Será que é possível vocês conseguirem algumas sementes para eu plantar em meu sítio?
Sou apaixonado por café.
Obrigado. 

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2017 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade