ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Uniformidade do grão pode influenciar na produtividade dos cultivos e qualidade da bebida

POR EQUIPE CAFÉPOINT

TÉCNICAS DE PRODUÇÃO

EM 12/04/2021

3 MIN DE LEITURA

0
1

De acordo com dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a safra 2021/2022 terá uma redução de até 42,8% por conta da bienalidade negativa do grão já esperada e pelas más condições climáticas.

Entre as alternativas para reduzir os impactos dessas e outras adversidades enfrentadas pelos produtores, estão os cuidados relacionados ao manejo nutricional no pré e pós-florescimento. Isso porque a formação e o enchimento dos grãos impactam diretamente no rendimento do cultivo, assim como na qualidade final da bebida.

Um estudo coordenado pelo Centro Universitário de Patos de Minas (UNIPAM), em parceria com a Alltech Crop Science, apontou que o uso de soluções naturais à base de manganês, zinco e extratos vegetais, nas fases de pré e pós-florada, minimizou os efeitos do estresse fisiológico nas plantas. A pesquisa também mostrou melhor condição de desenvolvimento do cafeeiro, com uma maior retenção de frutos, e, por final, um maior incremento de produtividade, ao nível de 6,9 sacas/ha de café beneficiado em relação às plantas que não receberam o tratamento.

O engenheiro agrônomo Marcos Revoredo, gerente técnico especializado em HF e café da Alltech Crop Science, explica que apesar dos cuidados serem essenciais durante todas as etapas da cultura, é durante a formação do fruto que se determina o rendimento e a uniformidade da colheita, o que impacta diretamente na produtividade dos cultivos e qualidade da bebida.

“Toda fase da cultura é muito importante para que aconteça a formação adequada do fruto e, respectivamente, do grão. Se a constituição dos componentes que irão dar origem ao grão acontece de forma adequada, seja na formação das suas células ou no acúmulo dos componentes que integram a sua morfologia, nós teremos, ao final, um benefício que o produtor sempre almeja, que é ter o grão mais uniforme e bem formado, o que reflete não apenas na produtividade, mas na qualidade da bebida do café”, explica.

O engenheiro agrônomo ressalta ainda que, mesmo atendendo a todas as demandas e exigências nas fases seguintes, nos aspectos nutricional, hídrico e fitossanitário, é na fase de granação que acontecem as alterações morfológicas para a formação desse grão, exigindo que a planta esteja equilibrada nutricionalmente. Assim sendo, são muito importantes as adubações que foram feitas antes, como também a aplicação de micronutrientes como zinco e cobre, que fazem parte da manutenção da atividade fisiológica e fotossintética da folha, que é responsável pela geração de energia para formação dos tecidos. Já o manganês faz parte da formação dos grãos. É um elemento muito demandado pela cultura para que se tenha melhor retenção dos frutos no momento de granação, evitando sua queda em período de estresse fisiológico.

Experimento

O estudo coordenado pela UNIPAM foi realizado na Fazenda Catuaí, em Presidente Olegário (MG). Os produtos utilizados foram o Grain-Set, composto por micronutrientes como manganês e zinco, e rico em extratos vegetais, que quando aplicados na planta, auxiliam no melhor direcionamento do fluxo de seiva, fazendo com que ela seja mais eficiente no transporte das suas reservas para a formação dos frutos e dos grãos.

Também foi utilizado o Liqui-Plex Bonder, rico em aminoácidos e que tem como principal função auxiliar na redução do estresse fisiológico da planta para que ela suporte as adversidades ambientais. Além desses, o Liqui-Plex Fruit, apesar de não ter sido utilizado no estudo, é outra solução natural indicada aos produtores pela Alltech Crop Science para auxiliar na manutenção dos níveis nutricionais da planta, principalmente do zinco, do manganês e do boro nessa fase de formação dos frutos.

A Alltech Crop Science, divisão agrícola da Alltech Inc., desenvolve soluções naturais para os desafios da agricultura nos mercados pelo mundo. No Brasil conta com uma fábrica de leveduras, localizada em São Pedro do Ivaí (PR), pela sede em Maringá (PR) e pela unidade em Uberlândia (MG).

As informações são da Alltech Crop Science.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

CaféPoint AgriPoint