ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Programa nutricional melhora qualidade sensorial do café arábica

TÉCNICAS DE PRODUÇÃO

EM 14/04/2022

5 MIN DE LEITURA

0
0

Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC), o Brasil tem atualmente mais de 13 mil cafeterias gourmets e é crescente a demanda por cafés especiais. Este crescimento foi impulsionado pela venda direta entre o cafeicultor e o consumidor, com valorização da qualidade de bebida, origem e sustentabilidade da cadeia produtiva. A oferta de tecnologias para os produtores vem refletindo, cada vez mais, na produtividade e qualidade final da bebida. “Práticas de manejo da lavoura, a adubação de solo e folha e o estado nutricional da planta podem influenciar na produtividade, mas também na composição do grão, o que impacta na qualidade do que vai ser consumido”, informa José Marcos Leite, gerente de Desenvolvimento de Mercado da ICL.

O engenheiro agrônomo, doutor em Solos e Nutrição de Plantas-ESALQ/USP, informa que nutrientes como Nitrogênio, Potássio, Boro, Cobre e Zinco são muito importantes para o desenvolvimento dos grãos e os processos químicos e metabólicos que precisam estar equilibrados para uma boa nutrição do cafeeiro? “O mercado internacional busca cafés de qualidade superior e com características definidas e lavouras bem manejadas e nutridas fazem diferença no produto final, consequentemente no preço diferenciado do café”, explica.

Estudo científico

Diante desse contexto, a ICL, que utiliza seus recursos e capacidade tecnológica para desenvolver soluções em nutrição e fisiologia de plantas, conduziu, em parceria com o engenheiro agrônomo Dr. César Abel Krohling, pesquisador do Incaper, estudos científicos com produtores de três diferentes regiões - Montanhas e Caparaó Capixaba e Matas de Minas - e que já são referências na produção de cafés de qualidade nos seus municípios para uso do Programa Nutricional Supera em café arábica.

O Programa Nutricional Supera, que contempla as melhores tecnologias e inovações da ICL, tem por objetivo promover benefícios fisiológicos e nutricionais para as culturas anuais e perenes por meio da nutrição via solo, tratamento de sementes, nutrição foliar e utilização de adjuvantes. O posicionamento, como doses e épocas de aplicação, é determinado em função dos resultados de pesquisas, para atender às exigências nutricionais e fisiológicas das culturas em cada fase fenológica. “O programa estimula o metabolismo vegetal, aumenta a capacidade de absorção de água e nutrientes, por meio de um sistema radicular mais eficiente, e reduz os vários estresses que podem ocorrer durante os manejos e desenvolvimento das culturas, que permitem que elas expressem todo o seu potencial genético e produtivo, buscando o aumento de produtividade, praticidade e qualidade da bebida”, declara Leite.

Conclusão

O Programa Nutricional Supera aumentou o vigor vegetativo das plantas, o tamanho do grão e a produtividade da lavoura as três regiões. Também aumentou o teor de clorofila total das plantas e o rendimento quântico do fotossistema. Além disso, a qualidade sensorial da bebida aumentou com o uso do Programa completo, aplicado no solo e nas folhas.

8,8% de incremento em produtividade na florada

Ensaios realizados na última safra pela ICL, desta vez em parceria com o Prof. Cláudio Pagotto, da Universidade Federal de Viçosa (UFV), mostraram que a aplicação foliar de Triplus Perenes na pré-florada e no desenvolvimento dos frutos do café (cinco semanas após a florada) produziram uma média de seis sacas a mais por hectare, alcançando um incremento de 8,8% de produtividade. Com o objetivo de estudar diferentes ambientes de produção, a pesquisa foi realizada em três municípios do estado de Minas Gerais (Oliveira, Ibiá e Tiros) entre julho de 2020 e setembro deste ano.

“A ICL investe anualmente R$ 18 milhões em pesquisa, desenvolvimento e inovação para levar ao produtor rural, tecnologias comprovadas como o Triplus Perenes que agregam em produtividade. Este estudo foi a oportunidade de unirmos todo o conhecimento em nutrição e fisiologia da ICL àquele sobre fisiologia do florescimento do cafeeiro do Prof. Cláudio Pagotto”, afirma José Marcos Leite, gerente de Desenvolvimento de Mercado da ICL. “Trabalhar nessa parceria de pesquisa e desenvolvimento com a ICL tem sido uma grata satisfação, não apenas pela seriedade com a qual toda a equipe da empresa se dedica aos ensaios, mas porque temos um objetivo em comum, que é agregar novos conhecimentos e resultados para a cafeicultura”, relata o Prof. Cláudio Pagotto.

Líder nacional em nutrição vegetal especializada, a ICL conta com um investimento global em P&DI de US$ 52 milhões anuais. Setenta por cento do seu faturamento vêm de produtos lançados há menos de sete anos. “Estamos empenhados em desenvolver produtos inovadores e soluções que impactarão o futuro de forma sustentável, entregando aos nossos clientes tecnologias ambientalmente adequadas que auxiliem no aumento da produtividade e qualidade nutricional dos alimentos”, destaca Leite.

Triplus: fisiologia, retenção da flor e nutrição

Flores são drenos temporários de nutrientes. Por conta do pouco tempo para nutrir as flores em formação e em função dos estresses que ocorrem nessa fase, normalmente a planta precisa regular seu metabolismo por meio do abortamento floral. É nesse momento que Triplus Perenes atua, aumentando o fluxo de nutrientes fundamentais para o vingamento de flores e pegamento de frutos, mitigando estresses que causam essas perdas e atuando no metabolismo do nitrogênio. Com ação tripla sobre a florada do café, os resultados observados a campo se convertem em maior produtividade.

Centro de Inovação

Além de ensaios com instituições e pesquisadores parceiros, a ICL América do Sul conduz vários ensaios com a cultura do café em seu centro de inovação em Iracemápolis (SP), credenciado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) como instituição de pesquisa do País. O credenciamento permite o uso dos resultados das pesquisas geradas no centro de inovação para o registro de novos produtos. De acordo com a lista de instituições privadas de pesquisa do MAPA, a empresa é a única que atua exclusivamente na área de Nutrição de Plantas a possuir um centro de pesquisa credenciado.

Soluções inovadoras

A ICL busca soluções sustentáveis e inovadoras nas seguintes áreas: produtos de ação fisiológica, maior eficiência no uso de nutrientes, grânulos de fertilizante de liberação gradual e outras soluções que otimizem a produção agrícola por meio da nutrição e fisiologia de plantas.

Coffee Experts Club

Os resultados deste e de outros ensaios realizados em mais de 70 áreas produtoras de café do Brasil serão apresentados, em maio, em Franca (SP), no Coffee Experts Club, um clube privado que reúne cafeicultores, engenheiros agrônomos e os principais influenciadores técnicos da cafeicultura brasileira. O foco desse grupo é promover ganhos na qualidade e produtividade do café. “Estamos muito satisfeitos com os resultados das nossas tecnologias de aplicação foliar para a cultura do café. Temos observado ganhos em produtividade de, no mínimo, 4,2 sacas por hectare”, comemora Leite.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

CaféPoint AgriPoint