FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Em sistema de café orgânico a variedade resistente é muito importante

POR JOSÉ BRAZ MATIELLO

TÉCNICAS DE PRODUÇÃO

EM 25/05/2016

5
0
Por José Braz Matiello – engenheiro agrônomo da Fundação Procafé e J.R. Dias e Lucas Franco – engenheiros agrônomos da Fazenda Sertãozinho

Variedades de café com resistência à ferrugem têm se mostrado uma boa opção para o cultivo de cafezais no sistema orgânico.

As lavouras de café conduzidas no sistema orgânico, sem o uso de adubos e defensivos químicos, têm apresentado nos últimos anos preços remuneradores para os cafés assim produzidos, motivando o incremento de áreas cultivadas nesse sistema.

As mudanças tecnológicas mais significativas necessárias no sistema orgânico dizem respeito à adubação e ao uso de inseticidas, fungicidas e herbicidas.

No aspecto de nutrição, o uso de calcário é normal assim com fosfatos ou seus derivados. Para NK os fertilizantes podem ser substituídos por compostos orgânicos sem problemas e até com vantagens técnicas, embora com elevação de custos devido às altas dosagens.

Quanto ao controle do mato, igualmente, não ocorrem dificuldades técnicas, pois podem ser empregadas roçadas, capinas mecânicas ou manuais.

No controle de pragas e doenças é que são encontradas maiores dificuldades. Para controle da broca e bicho-mineiro existem poucos produtos, biológicos, normalmente de baixa eficiência. Quanto aos fungicidas existe a opção de uso de caldas cúpricas, menos eficientes, apenas protetivas, e, por isso, necessitando de um grande número de aplicações no ciclo.

Em uma área de café orgânico de 6 ha, em fazenda no Sul de Minas, foi utilizada em sua maior parte a cultivar Arara, até o momento imune à ferrugem e uma pequena porção de uma variedade susceptível. Foram utilizadas, via foliar, três aplicações de fungicida cúprico no ciclo 2015/2016. Na observação feita agora em maio de 2016 foi verificada alta infecção e início de desfolha nos cafeeiros susceptíveis, e, ao contrário, sem quaisquer sinais da doença na cultivar Arara, a qual apresentava bom enfolhamento e alto vigor.

Conclui-se, portanto, que variedades de café como a Arara e outras, com resistência à ferrugem, constituem uma boa ferramenta para reduzir custos e evitar perdas produtivas no sistema orgânico. Com a possibilidade futura de contar com materiais genéticos com resistência múltipla, como a siriema, a viabilidade do sistema poderá ser ainda maior.

Foto: Procafé

Acima, a lavoura de café orgânica com a cultivar Arara, vigorosa e sem doença. Abaixo, em área contigua, também no sistema orgânico, cafeeiros de cultivar susceptível à ferrugem, mostrando amarelecimento e desfolha, apesar de três aplicações de calda cúprica.
 
Foto: Procafé

5

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

CLEBER MARTINS VIEIRA

SÃO GONÇALO DO RIO ABAIXO - MINAS GERAIS

EM 02/06/2016

Boa Noite , qual a sua opinião Matiello sobre a cultivar Siriema AS1 e Arara ,para plantio em área pequena com população de 2000 plantas (esp.2,5X0,8) .Como  que pelo que li a Siriema é precoce e a Arara e tardia seriam 1000 plantas de  cada , em uma altitude +- 800m , ambas seriam seriam resistência a ferrugem , tolerante a seca .Com intuito para produção de café especiais e  tendência ao sistema orgânico, desde já fica meu agradecimento .

Cleber M.Vieira
JOSE BRAZ MATIELLO

RIO DE JANEIRO - RIO DE JANEIRO - PESQUISA/ENSINO

EM 30/05/2016

A variedade Arara, destacada na matéria sobre café orgânico é de maturação tardia, e, assim, não seria a mais indicada para plantio em zonas de alitudes elevadas, como a que tem dúvida o senhor de Divinolandia. No entanto ela se adapta bem, pois a foto, por sinal, foi tirada a 1400 m na região de Poços de Caldas. Ela é tolerante a Pseudomonas e imune à ferrugem e altamente produtiva e tem frutos graudos, boa para cafés especiais. Matiello
PAULOAURILIETTI

DIVINOLÂNDIA - SÃO PAULO - PRODUÇÃO DE CAFÉ

EM 29/05/2016

como esta variedade  se adapta em altitude de1300 mts

é viavel para o sistema convencional nesta altitude
JOSE BRAZ MATIELLO

RIO DE JANEIRO - RIO DE JANEIRO - PESQUISA/ENSINO

EM 27/05/2016

A Fundação tem sim sementes do Arara. É só contatar o Junior 35-32141411 R.5. Matiello
SIDNEI JUNIOR

UBERLÂNDIA - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE CAFÉ

EM 26/05/2016

O procafé já tem semente dessa variedade Arara pra vender? Aguardo resposta.