ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
FAÇA SEU LOGIN E ACESSE CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

Acesso a matérias, novidades por newsletter, interação com as notícias e muito mais.

ENTRAR SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Desfolha em lavouras saudáveis de café no Cerrado Mineiro. O que pode ser?

POR EQUIPE CAFÉPOINT

TÉCNICAS DE PRODUÇÃO

EM 07/07/2022

1 MIN DE LEITURA

2
0

Por Gabriela Kaneto

No final do mês de junho, no Cerrado Mineiro, lavouras aparentemente saudáveis, com bom controle de pragas e doenças e bom vigor da planta, registraram queda incomum de folhas, principalmente no lado do cafeeiro que bate menos sol no período da manhã. O ocorrido foi acompanhado e registrado pelo engenheiro agrônomo e consultor técnico da Coffea Consultoria, Fernando Couto.

De acordo com ele, a desfolha é mais acentuada no lado do cafeeiro que bate menos sol no período da manhã, ou seja, fica com orvalho por mais tempo. Essa condição de temperatura noturna mais baixa, em conjunto com molhamento foliar, é favorável para a ocorrência de Phoma. “Na desfolha, a gente observa algumas folhas com lesão por Phoma, outras por bicho mineiro, mas também outras aparentemente saudáveis”, destaca o especialista.

Fernando explica que a situação pode ser atribuída a alguns fatores, como: questões fitossanitárias, sendo necessário analisar se realmente há ocorrência de Phoma na área; ao clima frio registrado no fim de maio, uma vez que a amplitude térmica causa um desequilíbrio hormonal na planta e acelera a desfolha; e ao aparecimento de pecíolo queimado, que é uma região da folha com grande concentração de vasos condutores. “Uma vez queimado, essa folha é grande candidata a ir pro chão, mesmo estando aparentemente saudável”, comenta. 

O engenheiro agrônomo orienta que o que pode ser feito nessa época é relacionado a um bom manejo fitossanitário, como o controle de Phoma, respeitando o período de carência dos produtos nas áreas de colheita; o controle de bicho mineiro, que é uma praga muito comum no Cerrado Mineiro nessa época do ano; e controle de outras pragas e doenças que, porventura, estiverem ocorrendo na área. 

“Tudo isso associado a uma boa nutrição da planta, para haver um restabelecimento hormonal e, consequentemente, uma retenção maior de folhas para a planta chegar melhor preparada para a florada”, recomenda. Se essa situação estiver acontecendo na sua lavoura, busque por orientações de um profissional!

2

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

EDIMAR GONÇALVES CARVALHO

GUAÇUÍ - ESPÍRITO SANTO

EM 11/07/2022

a seca pode contribuir para este fator também?
FERNANDO COUTO DE ARAÚJO

SERRA DO SALITRE - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE CAFÉ

EM 12/07/2022

Olá Edimar, tudo bom?
O déficit hídrico severo em decorrência de seca prolongada é outro fator que leva a desfolha da planta. Porém é possível diferenciar as causas na lavoura, uma vez que os danos da seca são gradativos, levando ao amarelecimento de folhas (iniciando pelas mais velhas), enrolamento de folhas e murcha dos ponteiros de ramos e da planta no período da tarde, evoluindo para desfolha generalizada, ok?
CaféPoint Logo MilkPoint Ventures