FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Mercado cafeeiro segue lento em função da desaceleração cambial

ANÁLISES

EM 07/10/2015

1
0
O dia nos mercados globais foi tranquilo e marcado na maioria dos ativos pelo campo positivo, indicou o consultor Marcus Magalhães, que lembrou que no caso do Brasil este tom ameno invadiu os mercados. “Sinceramente, olhando o cenário doméstico e seus desafios, não é crível acreditarmos que o dólar voltou a ficar em lua de mel apresentando níveis abaixo da realidade vivida”, afirmou.

Já no mercado do café o dia foi lento em função da forte desaceleração cambial e a neutralidade das bolsas. “O mercado interno continua lento e sem liquidez, indicando claramente, que o setor produtivo não largará o osso com facilidade”. Assista, abaixo, todo o comentário do consultor:





A fonte da TV Maros é da Gazeta Online. Para mais informações, acesse: http://parceiros.gazetaonline.com.br/mercadodocafe/.

1

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

JOSÉ HESS

CURITIBA - PARANÁ

EM 08/10/2015

É isso aí, competição pura, quem largar primeiro perde. Pela primeira vez estamos tendo condições de competir, mostrar que também podemos ingerir no mercado, agora bem pouco, depois um pouco e à medida que os produtores se organizarem seremos mais fortes e poderemos sim, influenciar cada vez mais no mercado. Temos de ter armazéns de café nas propriedades ou em um grupo de propriedades, temos de ver que os grãos de café são dinheiro, eles tem de ser guardados e vendidos quando nos convier,  sempre que estiverem os preços à nosso favor. Os americanos fazem isso há décadas.Nunca confiar no governo e no interesses estrangeiros.