FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Natal - Época de se renovar

EDUCAPOINT

EM 15/12/2016

1 MIN DE LEITURA

1
0
Natal é época de renovação, de repensar novas práticas, de cultivar novos sonhos e buscar maneiras de torná-los realidade. É neste período mágico que buscamos novas esperanças, que paramos para refletir e, assim, planejar o próximo ano. Afinal, o intuito para o ano vindouro é que ele seja mais próspero do que esse que se encerra.

E é com o objetivo de te ajudar na realização de novos projetos em 2017 que o EducaPoint lança a tão esperada promoção de Natal (30% de desconto em todos os treinamentos da biblioteca). A ideia é que você renove seus conhecimentos e obtenha novos insights, para que juntos, possamos fazer a diferença no setor agropecuário agora e também no ano que se aproxima!

Confira os temas mais procurados e participe:

Top 1: Cafeicultura Sustentável
Instrutores: Eduardo Chagas Matavelli e Murilo Betarrelo

Top 2: Correção do solo e adubação para aumentar a lucratividade do cafezal
Instrutor: André Guarçoni Martins

Top 3: Irrigação do cafeeiro
Instrutor: André Luís Teixeira Fernandes

Top 4:
Marketing estratégico no agronegócio do café
Instrutor: Paulo Henrique Leme

Top 5:
Adequação ambiental no agronegócio
Instrutores: Claúdio Junio Leocádio e Nathália Monéa

Outros temas: http://www.educapoint.com.br/cursos/cafe/

Caso prefira, entre em contato:
cursos@agripoint.com.br
(19)3432-2199
Whatsapp (19) 99817- 4082
O EducaPoint aproveita este momento para desejar boas festas! Muita luz, paz, trabalho e sucesso em 2017!

1

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

JOSÉ ARMANDO NOGUEIRA

BONITO - BAHIA - PRODUÇÃO DE CAFÉ

EM 23/12/2016

Ótima iniciativa. Modestamente proponho mais uma discussão que não a ver a com aspectos técnicos. Mas tem muito a ver, eu imagino, para a sobrevivência mesmo daqueles que conseguirem implementar todo esse conjunto admirável de tecnologia em suas lavouras e produzirem muito. Antes de mais nada, é bom que se afirme que nem todos os produtores possuem acesso ou tem colhetadeiras tecnológicas. Suas colheitas são manuais. E na última semana antes do Natal, ontem, dia 22, o Governo Federal colocou na mesa de discussões mais um assunto premente. Quando fala em multar em até R$ 6000,00 o trabalho autônomo. Venha aí pergunta que NÃO QUER CALAR: os colhedores de café são seletivos. Vão à fazenda e ao talhão que mais lhes interessam. E ninguém pode achar que estejam errados. Mas ERRO está em não perceber essa realidade peculiar da colheita na cafeicultura. Portanto, está na hora das autoridades Legislativas, Executivas, Associações de Classe de Empregados e Patronais entrarem num acordo. Como um produtor que emprega de 30 menos ou mais a 100 , 200 mais ou menos colhedores vão poder ser responsabilizados para "fichar" em Carteira de Trabalho, temporário esses autônomos indispensáveis ao desempenho econômico financeiro e social de uma fazenda de café? Os colhedores são tão seletivos que um talhão que lhe foi rentável até ao meio dia pode não ser mais após o almoço. E aí sem lé nem cré, ele dá no pé. Cai fora da fazenda. Como estabelecer um critério justo para se evitar perseguições de Instituições do Trabalho, Sindicatos e simples denunciadores sem vivência de uma realidade que se repete nas lavouras brasileiras. Esse é o momento, Dep. Silas Brasileiro e outras lideranças da CNA colocar as cartas na mesa do Ministério do Trabalho. Existe, como nas leis da física a singularidade da situação, como existe a singularidade de uma partícula que nunca poderá se determinar em que ponto ela está num dado momento. {sou curioso em física quântica, e sei muito bem como isso se processa). O colhedor, como uma partícula pode sumir de sua lavoura sem que você o saiba. E aí? Como resolver a questão? Com a palavra as autoridades, principalmente Ministério do Trabalho e os Tribunais do Trabalho.