FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Confira alguns dos temas que estão sendo discutidos no Curso Online "Marketing estratégico no agronegócio do café"

EDUCAPOINT

EM 27/01/2016

2 MIN DE LEITURA

0
0
O Curso Online “Marketing estratégico no agronegócio do café” começou e muitos participantes já estão tirando suas dúvidas no fórum de perguntas. Para quem ainda não se inscreveu ainda há vagas para participar!

O instrutor deste curso é o professor Paulo Henrique Leme da UFLA, consultor em marketing e estratégia no agronegócio, especializado em café, certificações, indicações geográficas e qualidade.

Confira abaixo algumas das perguntas que já foram respondidas no fórum:

Aluno- Caro Paulo Henrique, sabemos que o café processado, agrega valores e coloca cada vez mais o Brasil em lugar de destaque no mercado externo do agronegócio do café, como evitar a venda de grãos verdes aos compradores, principalmente do leste europeu?

Paulo Henrique- "Na verdade, não há como impedir isso em um estado de livre comércio, é uma questão de custos realmente. O grande problema do Brasil é falta de políticas externas que privilegiem a exportação de produtos do agronegócio com valor agregado. A maioria dos grandes compradores de café tem barreiras tarifárias para o café torrado brasileiro (chegando a 20% no Japão!!), o que inviabiliza nossa indústria.

No fim das contas, nossa política internacional foca na exportação de produtos primários, não prevê acordos mínimos para a agregação de valor no território nacional."

Aluno- Quais são as duas grandes torrefadoras de cafés mundiais que se uniram e detém 40% do mercado mundial?

PH- "Foi a fusão da entre as multinacionais D.E. Master Blenders 1753 (antiga operação de café da Sara Lee) e a Mondelez, criando a joint venture Jacobs Douwe Egberts (JDE), nova gigante do café.

A JDE é a segunda maior empresa do ramo em vendas e controla cerca de 15,9% dos US$ 81 bilhões do mercado global de café, de acordo com a Euromonitor International. A Nestlé lidera o mercado, com 22,7%.

No Brasil, a fatia dessa empresa é de aproximadamente 18%.

Vale lembrar que a Mondelez e D.E. Master Blenders 1753 fazem parte de um grupo de seis ou sete empresas que dominaram o segmento de café até o ano passado (antes da conclusão da fusão) no mundo e que representam 55% do mercado nos países importadores do grão, de todas as origens."

Aluno- Quem verdadeiramente está ganhando dinheiro com café, no seu ponto de vista?

PH- "Com relação a segunda pergunta, é claro que exportadores, importadores e torrefadores detém margens melhores que os produtores, pois tem maior controle sobre suas operações. Devido à grande concentração nesses setores, eles possuem grande poder de barganha." 

Aluno- O estoque de café em 2000/01 era de 40MM de sacas, em 2013/14 houve uma redução para 10MM. Na sua opinião houve uma ajuda governamental ou foi uma gestão de melhores cafés?

PH- "Na verdade, devido aos déficits entre produção e consumo, os estoques mundiais foram gradativamente sendo reduzidos, sendo que boa parte desses estoques estavam no Brasil."

Aluno- Destaca-se que o maior concorrente do Brasil no mercado mundial é Vietnã e Colômbia na safra 2013/14. E hoje, na safra 2014/15 quem é meu maior concorrente?

PH- "A situação é a mesma, desde o final dos anos 90 o Vietnã tem sido o grande concorrente em volume do Brasil, e a Colômbia a grande concorrente no mercado de café arábica."

Aproveite esta oportunidade para discutir temas fundamentais para a sua fazenda e marca de café, garanta sua vaga neste treinamento!

Para se inscrever clique aqui!

Ou entre em contato:
(19) 3432-2199
cursos@agripoint.com.br
Whatsapp (19) 99817- 4082
 

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.