ENTRAR COM FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Nestlé não pode mais usar borra de café para gerar energia de fábrica em SP

POLÍTICA

EM 31/05/2017

0
0
Da redação

A fábrica da Nestlé, localizada em Araras (SP), tem 60 dias para cessar o uso de resíduos de café solúvel da marca para gerar energia elétrica dentro da unidade. Caso a empresa não cumpra a liminar dentro do prazo estabelecido, terá que pagar uma multa diária no valor de R$ 20 mil. A decisão do juiz Thomas Corrêa Farqui, da Justiça de Araras, foi expedida no dia 10 de maio com a justificativa de danos ambientais.

Foto: Divulgação
                                               Foto: Divulgação 

A empresa também terá que apresentar à Companhia de Saneamento Ambiental de São Paulo (Cetesb) um projeto e cronograma de adequação aos limites das emissões de fumaça, gases e material particulado e interrupção da emissão de substâncias odoríferas no meio físico-geográfico de Araras requerido pelo Ministério Público (MP). Caso não cumpra essa etapa dentro dos 60 dias, a multa por dia será de R$ 5 mil.

Em ofício, a Prefeitura de Araras e a Cetesb foram cobradas pela Justiça para que, após 60 dias da data da audiência realizada, verifiquem, em dias alternados, durante o horário de produção da Nestlé, a existência de poluição ambiental. 

Como tudo começou

A Ação Civil Pública teve origem em 2014, quando moradores da vizinhança da fábrica encaminharam um abaixo-assinado ao Ministério Público alegando que o resíduo de café, na forma de pó, ao ser emanado na atmosfera causava sujeira nas edificações, ocasionando perdas e danos aos proprietários, ao meio ambiente e à poluição em geral. Após apuração do ministério, foi constatado que “além das fuligens e partículas poluentes, a empresa também vem comprometendo a qualidade do ar com emissão de odores no processo produtivo e que causam incômodo coletivo”.

Versão da Nestlé
 
Por meio de nota a empresa informou que apresentou à promotoria uma proposta de trabalho com medidas concretas de evolução para a fábrica, mostrando que está fazendo o possível para endereçar as questões de impacto ambiental, “em total respeito à população de Araras e dentro de seu compromisso com a sociedade e com o meio ambiente”, além de operar sob certificações internacionais e com práticas sustentáveis para garantir que suas operações não tragam impactos ao meio ambiente. 












0

COMENTÁRIOS SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Seu comentário será exibido, assim que aprovado, para todos os usuários que acessarem este material.

Seu comentário não será publicado e apenas os moderadores do portal poderão visualizá-lo.

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.