ENTRAR COM FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

De janeiro a julho deste ano, Brasil exportou café para 113 países, diz Cecafé

Da redação

De janeiro a julho deste ano, o Brasil exportou café para 113 países, totalizando 16,787 milhões de sacas de 60 kg embarcadas, 8% a menos em comparação com os mesmos períodos do ano passado, onde foram exportadas 18,255 milhões de sacas. A receita cambial nos primeiros sete meses de 2017 ficou em US$ 2,891 bilhões, aumento de 7,2% em relação ao mesmos meses de 2016. Os dados foram divulgados na manhã desta quarta-feira (16) pelo Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé).

Foto: Alexia Santi/Agência Ophelia
                                Foto: Alexia Santi/ Agência Ophelia

Em julho, as exportações brasileiras de café totalizaram 1,751 milhões de sacas e geraram receita cambial de US$ 283,4 milhões, com preço médio de US$ 161,78 por saca, aumento de 4,1% em comparação com julho do ano passado, que foi de US$ 155,46 por saca. Do total embarcado, 1,498 milhões de sacas foram de café arábica e 16,346 mil de café conilon

De acordo com levantamento elaborado pelo Cecafé, o ranking dos cinco principais destinos das exportações de café do Brasil de janeiro a julho de 2017 são: Estados Unidos (20% do volume embarcado), Alemanha (17,5%); Itália (9%), Japão (7,1%) e Bélgica (6%). 

Em relação às exportações dos cafés diferenciados, os quais têm qualidade superior ou algum tipo de certificado de práticas sustentáveis, o relatório indica que foram exportadas 2,560 milhões de sacas de cafés especiais nos sete primeiro meses do ano, gerando uma receita cambial de US$ 520,798 milhões, com o preço médio de US$ 203,36 por saca, acréscimo de 24,5% em relação aos cafés commodities (naturais/médios). Os Estados Unidos também seguem liderando a importação (19% do total) nesse segmento. 

Essa e outras edições do relatório mensal do Cecafé estão disponíveis na íntegra no Observatório do Café, que traz, ainda, outros dados, informações e análises sobre as exportações brasileiras de café, tais como a participação percentual por qualidade nas exportações, exportações de cafés diferenciados, exportações de café por continente, grupo e bloco econômico, principais destinos e portos de embarque das exportações, perfil e perspectivas do consumo mundial de café, entre várias outras análises que merecem ser conferidas pelos diversos segmentos do setor cafeeiro.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.