ENTRAR COM FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Cafeicultores da Índia seguram grãos de café por causa do preço

Os exportadores de café estão encontrando dificuldades para obter café à medida que produtores da Índia estão segurando os estoques antecipando preços mais altos. Os preços do café vêm aumentando globalmente com relatos de menor produção no Brasil e no Vietnã, principais países produtores de café. A Índia exporta cerca de 70% de sua produção total de café.

"Os exportadores não estão aceitando grandes pedidos, à medida que as chegadas estão 30% a 40% abaixo do ano anterior. Estamos adotando uma política de espera e esperamos que as chegadas aumentem pelo menos até fevereiro", disse Ramesh Rajah, presidente da Associação de Exportadores de Café da Índia.

A colheita está em pleno andamento com os grãos arábica perto de conclusão enquanto que a de robusta começou. "Algumas exportações recorrendo aos estoques remanescentes de robusta principalmente", disse Rajah.

Os produtores sentem que a safra de arábica será menor do que as 96.200 toneladas previstas pelo Coffee Board em sua estimativa de safra pós-monção com um ataque desenfreado da broca branca.

"Nós pensamos que a colheita total poderia estar na escala de 75.000 a 80.000 toneladas. Assim, a liberação gradual do estoque pelos produtores pode ser devido a uma combinação de fatores como o declínio na safra e a expectativa de um preço mais alto nos próximos dias", disse Marvin Rodrigues, um importante produtor.

A maior parte do café produzido na Índia é robusta, para o qual a previsão do Coffee Board é de 220.500 toneladas. Os produtores sentem que poderiam estar mais ou menos perto dessa estimativa, embora possa haver uma queda na produção de robusta lavado devido à escassez de água após chuvas inadequadas em Karnataka, o centro de produção de café da Índia.

"Você geralmente precisa de muita água para fermentação, especialmente no caso de robusta. Mas a escassez de água pode reduzir sua produção", disse Rodrigues.

As informações são do The Economic Times / Tradução por Juliana Santin 

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.