ENTRAR COM FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Denominação de Origem Região do Cerrado Mineiro será lançada na Europa

POR EQUIPE CAFÉPOINT

AGENDA DO PRODUTOR

EM 08/06/2017

0
0
Por Camila Cechinel

A Federação dos Cafeicultores do Cerrado vai lançar para a Europa a primeira Denominação para Cafés do Brasil, a Denominação de Origem Região do Cerrado Mineiro, título consolidado mundo afora por demarcar e proteger o território em torno de uma marca, por meio da rastreabilidade. O evento acontecerá em Budapeste, na Hungria, dos dias 13 a 15 de junho, e deve contar com a participação de mais de 6 mil pessoas, entre produtores, cooperativas, parceiros, exportadores, importadores, torrefadores e baristas. 

Foto: Alexia Santiagencia Ophelia/ Café Editora
                        Foto: Alexia Santiagencia Ophelia/Café Editora

O lançamento ocorrerá durante a World of Coffee, uma das mais importantes feiras voltadas ao café, realizada pela Specialty Coffee Association (SCA), onde a Federação estará com um estande para desenvolver quatro tipos de cuppings, que abordarão: as nuances em cafés do Cerrado Mineiro, a apresentação das microrregiões da Região, a apresentação dos cafés premiados na última safra e a exposição dos cafés da nova safra. 

Segundo o Superintendente da Federação dos Cafeicultores do Cerrado, Juliano Tarabal, a principal mensagem das ações da instituição na cerimônia é: "café produzido com atitude", se referindo a uma bebida rastreável e de alta qualidade, características que marcam os 4.500 produtores da Região. "O maior valor do Cerrado Mineiro são os produtores. Todo nosso material de marketing envolve a história de vida deles, relacionadas à cafeicultura", explica. 

A Denominação de Origem Região do Cerrado Mineiro foi conquistada em dezembro de 2013. No ano seguinte, o lançamento aconteceu no Estados Unidos, com o objetivo de gerar percepção para o mercado comprador, posicionando a Região em diversas mídias internacionais. Agora, em Budapeste, a intenção é institucional, com foco em criar conexão com o mercado, promovendo e gerando demanda para a Denominação de Origem, explicando aos europeus que toda e qualquer produção de café com este título tem Selo de Origem e Qualidade, com a rastreabilidade do café, fotos da propriedade, características do lote, entre outros. 

"Escolhemos a feira de Budapeste para comunicar. Um café de 80 pontos é encontrado em qualquer parte do mundo, agora com a Denominação do Cerrado só se encontra na região, porque ele é único e exclusivo", disse. 

Café da manhã para lançamento oficial

Uma segunda ação da Federação na ocasião será a realização de um café da manhã nas dependências da Hungexpo, local de realização da feira, no dia 14 de junho. Na ocasião, estarão presentes visitantes de Budapeste e o público convidado, ligados à cadeia produtiva do café. 

"As ações de lançamento não se restringem apenas aos dias da feira. No dia 16 estaremos na cafeteria Espresso Embassy, promovendo uma degustação com cafés do Cerrado Mineiro para baristas, torrefadores e coffee lovers", finalizou. 

ARTIGO EXCLUSIVO | Este artigo é de uso exclusivo do CaféPoint, não sendo permitida sua cópia e/ou réplica sem prévia autorização do portal e do(s) autor(es) do artigo.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.