ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Café especial é tema de palestra em evento realizado em Campinas (SP)

POR EQUIPE CAFÉPOINT

AGENDA DO PRODUTOR

EM 30/11/2021

1 MIN DE LEITURA

0
0

Entre os dias 1 e 2 de dezembro acontece o Top Farmers – Desenvolvendo Competências para o Campo, no Royal Palm Hall, em Campinas (SP). O evento é tradicional entre os grandes produtores rurais de café, soja, milho e algodão, e tem a proposta de compartilhar conhecimentos técnicos e de mercado. Este ano, será realizado de maneira híbrida, podendo ser assistido pessoalmente ou através de transmissão pela internet.

No segundo dia, a vice-presidente da Café Labareda, Flávia Lancha Alves de Oliveira, fará uma palestra com o tema “Café: da commodity ao especial”. Em 2001, a Café Labareda começou a pesquisar sobre os cafés especiais, como conseguiriam atingir as exigências internacionais da produção desse tipo de produto e, em 2005, a empresa fundou a Associação de Cafés Especiais da Alta Mogiana. “Sou muito orgulhosa em fazer parte dessa transformação, que começou dentro da nossa empresa e depois conseguimos levar para toda a região. Hoje fico muito feliz em ver como a região tornou-se reconhecida pela produção de cafés especiais”, explica Flávia.

A empresária explica que a região da Alta Mogiana tem clima e altitude favoráveis à produção de um café privilegiado. “Porém, o manejo pós-colheita, que foi sendo aprimorado ao longo dos anos, passaram a valorizar ainda mais o produto”, salienta. O arábica produzido na Alta Mogiana tem características marcantes específicas, com sabor de chocolate e frutado.

Flávia confirma que 2021 foi ano desafiador para os produtores de café da Alta Mogiana, devido à seca e geadas muito acentuadas. “Mesmo que 2022  seja um ano de safra alta de café no Brasil, a expectativa é de uma queda de 30% decorrente desses fatores climáticos adversos”.

Porém, a trajetória dos cafés especiais tem sido positiva ao longo dos anos. Em 2020, por exemplo, o valor da saca de café commodity era de US$ 123 e a do especial era US$ 167. “A demanda está crescendo e com valor expressivo. Apesar dos desafios, o crescimento do mercado de cafés especiais é de cerca de 20% ao ano”, afirma Flávia.

Dentre os temas que serão debatidos no evento, estão as previsões para o agro 2030, custos operacionais, exportação e importação para 2022, além da governança ambiental, social e corporativa.

Mais informações: https://gpoconecta.com.br/top-farmers/

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

CaféPoint AgriPoint