FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Variedades com maturação precoce exigem cuidados especiais no controle da ferrugem

POR JOSÉ BRAZ MATIELLO

FOLHA PROCAFÉ

EM 02/04/2020

1 MIN DE LEITURA

0
0

Variedades de café cuja maturação dos frutos ocorre mais cedo têm mostrado evolução mais rápida na infecção pela ferrugem, indicando a necessidade de medidas de controle químico dessa doença em época também antecipada.

A ferrugem é a doença mais prejudicial em cafeeiros, sendo favorecida pelas condições de clima (especialmente pela umidade e temperatura), pelo inóculo residual e pela susceptibilidade das plantas, esta muito influenciada pela carga pendente de frutos. O fator mais importante na evolução da ferrugem, sem dúvida, tem sido a produtividade dos cafeeiros, pois, na época da granação dos frutos, as reservas são deslocadas das folhas, que se tornam mais susceptíveis à doença.

O ciclo normal de evolução da ferrugem nas regiões cafeeiras do Brasil ocorre a partir de novembro/dezembro e termina, com maiores níveis de infecção, em junho/julho, sobrevindo a maior desfolha em agosto/setembro, na pós-colheita. No caso de variedades de maturação mais precoce, como a bourbon (amarelo e vermelho), a caturra (quase sem cultivo) e, em segundo plano, a acaiá e mundo novo, este ciclo da ferrugem se adianta, pois a época de granação dos frutos e consequentemente maior susceptibilidade da folhagem dos cafeeiros também ocorre de forma antecipada.

Neste ano agrícola 2019/2020, foram observados, no Sul de Minas, cafeeiros da cultivar bourbon amarelo com desfolhas provocadas pela ferrugem já em março/2020, quando se esperava, em condições normais, desfolha a partir de maio nessa cultivar. Ocorre que, nesse ano agrícola, a floração foi mais cedo, no início de outubro/2019, adiantando o ciclo de frutificação das plantas e, com isso, também influindo na evolução precoce do ciclo da ferrugem.

Com base nas observações e conhecimentos disponíveis, pode-se concluir que: a verificação do ciclo produtivo nos cafeeiros, conforme as épocas de floração e de granação dos frutos, é importante na indicação das épocas para controle químico da ferrugem. Variedades de maturação precoce vão atingir ciclos produtivos mais cedo e, assim, exigem controle da ferrugem também adiantado.

Orientação semelhante já é usada na indicação das épocas de adubação, usando parcelamentos adiantados nas variedades de café de maturação mais precoce dos frutos.


Cafeeiros da cultivar bourbon amarelo, já bem desfolhados pela ferrugem, em fins de março de 2020. Fotos no Sul de Minas, a cerca de 1000 m de altitude

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

CaféPoint AgriPoint