FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Para onde vamos?

ESPAÇO ABERTO

EM 06/07/2020

2 MIN DE LEITURA

0
0

Por Marcelo Fraga Moreira*

Julho começou surpreendendo com o contrato setembro/2020 (U0) com alta de +6,72%, logo na segunda-feira (29), buscando a média móvel dos 50 dias (103,20 centavos de dólar por libra-peso), chegando a negociar acima dessa resistência e fechando a semana exatamente nesse nível! O Real na semana valorizou +2,58%, de 5,46 para 5,31 R$/usd.

As condições climáticas foram monitoradas de perto pelo mercado e o risco de geadas foram descartadas para os próximos 10 dias. Algumas chuvas pontuais no Brasil não chegaram a impedir o andamento da colheita, agora com estimativa entre 45-50% já colhidos. Comerciantes e produtores recebem e entregam os compromissos já assumidos. Com o café disponível, volta a normalizar a oferta do grão, o mercado spot chegou a negociar entre R$ 520-540/sc em algumas regiões.

Nos demais países produtores o clima é positivo favorecendo o desenvolvimento das lavouras para as próximas safras.

No lado geopolítico as tensões entre China e Estados Unidos voltaram a ser manchetes nos jornais, horas após a China aprovar uma lei de segurança nacional para Hong Kong e o governo americano imediatamente se pronunciar prometendo retaliações.

Novos casos de Covid-19 voltando a aparecer nos Estados Unidos e na China, preocupam os mercados, pois a expectativa geral para a retomada das principais economias pode ser abalada. Desemprego global, novo padrão de consumo e queda na renda da população seguem sendo monitorados pelos economistas/analistas e isso poderá reduzir o consumo das principais commodities agrícolas, como café e açúcar!

O contrato setembro/2020 (U20) trabalha com a próxima resistência nos 114,20 centavos de dólar por libra-peso e suportes importantes nos 99,40 e 92,80 centavos de dólar por libra-peso. O contrato com vencimento julho/2021 (N21) fechou a semana cotado a 110,25 centavos de dólar por libra-peso valorizando +6,42%!

No curto prazo sugerimos a proteção contra eventual alta, seja em função do risco de geadas ainda estar no radar ou dos fundos seguirem zerando posição. Sugestão: comprar o “Call-Spread” (compra e venda simultânea da opção de Compra com strike mais baixo vendendo a opção com strike mais alto) no setembro/2020 de 110,00 x 122,50 centavos de dólar por libra-peso vendendo a Put (opção de venda) de 85,00 centavos de dólar por libra-peso no dezembro/2020 (Z20).

Para a safra a 2021/2022 sugerimos a proteção contra novas baixas comprando o “Put-Spread” (compra e venda simultânea da opção de Venda com strike mais alto vendendo a opção com strike mais baixo) no julho/2021 de 110,00 x 90,00 centavos de dólar por libra-peso vendendo a Call (opção de Compra) de 120,00 centavos de dólar por libra-peso no julho/2021 (N21) junto com hedge cambial (essa operação, considerando o câmbio no julho/2021 @ 5,45 R$/usd representa uma venda ao redor dos 720 r$/saca e um piso a 650 r$/saca (desde que o contrato liquide no vencimento das opções no julho/2021 acima de 90 centavos de dólar para o libra-peso).

Produtores fiquem atentos e aproveitem as oportunidades para garantir preços mínimos para safra 2021/2022 e 2022/2023. Cuidado com as operações alavancadas, acumuladores, tanto para café quanto para câmbio!

Boa semana a todos!

*Marcelo Fraga Moreira atua há mais de 30 anos no mercado de commodities agrícolas e escreve este relatório sobre café semanalmente como colaborador da Archer Consulting

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

CaféPoint AgriPoint