FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Colômbia colhendo resultados da renovação

RODRIGO CORREA DA COSTA

EM 21/07/2014

3 MIN DE LEITURA

0
0
Os principais mercados acionários encerraram a semana com leve alta ajudados pela recuperação dos papéis do setor bancário europeu, e pelas declarações da presidente do FED ao congresso de que ainda é apropriado manter a política monetária expansionista nos Estados Unidos.

Na quinta-feira, após um avião comercial com 298 pessoas ser abatido no leste da Ucrânia por um míssil lançado, acredita-se, por rebeldes na região que luta por sua independência, as bolsas ao redor do mundo caíram forte. Na sexta-feira, entretanto, houve uma recuperação acentuada dos índices de ações nos Estados Unidos e estabilização na Europa.

As commodities em sua maioria cederam, com os grãos sendo os maiores perdedores – exceção ao trigo que é produzido em grande volume na Rússia. Entre as ganhadoras o café arábica liderou com alta de 7.39%, ou US$ 15.54 por saca, seguido pelo suco de laranja (+5.79%) e o trigo (+3.40%).

O desempenho do contrato de Nova Iorque vinha sendo de consolidação, próximo das mínimas recentes, até a forte alta que aconteceu nos últimos 50 minutos da semana, justamente depois do fechamento do mercado Londrino – pobre de quem tinha exposição na arbitragem.

O movimento foi provocado pela cobertura de parte da nova posição short dos fundos, que no acumulado até terça-feira tinham vendido 3,238 lotes. O número, demonstrado no COT, veio acompanhado também de novas compras de comerciais, que aproveitaram a queda para comprar 1,798,240 sacas durante o período entre 9 e 15 de julho.

O mercado físico que estava travado deve ficar mais ativo a partir de segunda-feira – assumindo que a bolsa não devolva tudo o que ganhou. Por outro lado já foi possível perceber interesse maior de venda a partir dos atuais patamares de preço, e com a diminuição da margem inicial requerida pela bolsa, vai ajudar a baixar o teto do atual intervalo de negociação para 160 a 180 centavos por libra-peso.

Fundamentalmente foi interessante um relatório apontando a renovação do parque colombiano que até agora foi de 60% dos 575,000 hectares plantados. Entre as 3,05 bilhões de árvores replantadas, 74% são de variedades resistentes à ferrugem – a maior parte “castillo”. O plano implantado há alguns anos reduziu a média da idade dos cafezais de 12.4 anos para 7.3 anos, e com o adensamento a produtividade subiu de 11.5 sacas por hectare, para 14.5 hectare. Se tudo continuar dando certo, não seria surpresa a Colômbia logo produzir os 15 milhões de sacas que tem como objetivo, e eventualmente voltar ao recorde de 18.5 milhões que o país produzia no começo dos anos 90.


Foto: Divulgação/ Terraza San Alberto
 
Foto: Divulgação/ Terraza San Alberto


No Brasil, com a colheita avançada, em breve novas estatísticas devem ser divulgadas sobre a produtividade final da safra. Os números podem ser a próxima novidade para o ajuste de posições dos participantes no mercado futuro, ainda que o fator mais importante seja as chuvas a partir do final de agosto, e a florada em outubro.

Os diferenciais do robusta estão começando a ceder, e com a proximidade do fim do ramadã (dia 28 de julho), a continuação das férias de verão no hemisfério norte, e estarmos apenas a dois meses e meio do começo da safra vietnamita, a notícia não é muito boa – razão do terminal estar perdendo força. A estrutura do mercado londrino inclusive enfraqueceu, apesar do alto número de contratos em aberto do contrato de setembro que está em entrega e que tem um volume de certificados incompatível, por ora.

O “C” precisa ter sequência da alta na segunda-feira, e se manter acima de 170 centavos para não atrair novas vendas. Um fechamento acima de 175.40 pode encorajar novas compras especulativas, que então deve fazer o mercado testar os 180 centavos, aonde acredito que deve aparecer bastante vendedor.

Boa semana e muito bons negócios a todos.


Por Rodrigo Corrêa da Costa, que escreve este relatório sobre café semanalmente como colaborador da Archer Consulting
 

RODRIGO CORREA DA COSTA

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

CaféPoint AgriPoint