Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Federacafé: "Não é viável cultivar café robusta na Colômbia"

postado em 06/06/2012

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

"O debate cafeeiro tem que subir de nível". Dessa forma, respondeu o gerente geral da Federação Nacional de Cafeicultores da Colômbia (Federacafé), Luis Genaro Muñoz, a um relatório preliminar que foi publicado na página do Banco de la República na internet sobre a fraca colheita do grão.

O relatório propõe o cultivo da variedade robusta, uma das mais produzidas no mundo, na região da Orinoquia. Porém, a simples ideia foi descartada pelo dirigente. "Queria conhecer o primeiro membro relevante no mundo do café ao qual ocorra essa ideia. Nem os brasileiros, nem os vietnamitas (seus principais competidores) conseguiram tecnificar o cultivo de robustas".

Esse contraponto se deve à queda da produção colombiana de café, que passou de mais de 12 milhões de sacas de 60 quilos em 2007 para cerca de 8 milhões em 2011. Nesse período, a produtividade passou de 16,4 sacas por hectare para 10,8 sacas.

Para a Federação, as razões dessa queda obedecem às três condições: o inverno, agravado pela onda invernal do último ano e meio; a crise da Europa, que levou o país a investir em commodities (bens naturais) e, agora, estão vendendo seus inventários; e uma terceira que se soma à disputa. "Alguns respeitados membros se esquecem do fenômeno da valorização", disse Muñoz, que solicitou a compra de mais dólares para estabilizar a taxa de câmbio.

Em médio prazo, a Federacafé espera que a melhora no clima ajude a melhorar a colheita, tal como ocorreu em maio, quando foram colhidas 550.000 sacas, o melhor resultado dos últimos quatro anos para esse mês. Segundo Muñoz, se o bom tempo continuar, é possível que a colheita de café de 2012 conclua com 7,8 milhões de sacas. Por isso, a Federação traçou o objetivo de aumentar a produtividade para mais de 15 sacas por hectare.

A reportagem é do Elespectador.com, traduzida e adaptada pela Equipe CaféPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2014 AgriPoint Consultoria Ltda. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade