FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Problemas no desenvolvimento inicial de plantas de café

POR JOSÉ BRAZ MATIELLO

TÉCNICAS DE PRODUÇÃO

EM 26/11/2019

0
0

É comum aparecerem no campo algumas plantas de café ainda novas, com idade entre 1 e 2 anos, mostrando-se amareladas, fracas, deficientes em nutrientes e com menor desenvolvimento, destacando-se das demais plantas, que se apresentam com folhagem bem verde e com desenvolvimento normal. Certos técnicos dizem tratar-se de ataque de fusariose, porém, ao serem examinadas as condições de ocorrência e as características das plantas com problemas, pode-se chegar às causas verdadeiras do mau desenvolvimento dos cafeeiros jovens.

As possíveis causas mais frequentemente encontradas são: 1- ocorrência de manchas de solo com problemas físicos (pedras, cascalho, muita argila, etc); 2- plantio de mudas com sistema radicular pouco desenvolvido, com pião torto ou bifurcado; 3- plantio mal feito, com quebra ou entortamento do torrão; 4- plantio em covas/sulcos pequenos, com falta ou má mistura do calcário e de adubos fosfatados; 5- eventual ocorrência de pragas do sistema radicular (cochonilhas, nematoides, mosca).

Para identificar essas causas, o técnico e o produtor devem analisar como foi feito o plantio. Como ocorreu a preparação do solo e do sulco/cova, o que foi usado, o tipo das mudas, forma de plantio e tratos no pós-plantio. Devem efetuar análises, de solo e de folhas, das plantas com problemas em comparação com as plantas sadias. Devem arrancar as plantas e observar seu sistema radicular, a estrutura das raízes principais e das raízes finas.

Com a análise comparativa, vai-se chegar às causas verdadeiras e, assim, aplicar as soluções adequadas para reduzir ou eliminar os problemas. Quando o sistema radicular estiver em condições ainda recuperáveis, pode-se aplicar esterco, adubos fosfatados e corretivos ou defensivos junto às plantas fracas, se possível com aplicações em profundidade. No entanto, nos casos em que o sistema radicular primário das plantas estiver muito comprometido, a melhor solução é o arranquio e replantio das que estão muito fracas. Continuando com elas, serão observados, quando da primeira produção nessas plantas, uma forte seca de ramos laterais, um ataque severo de cercosporiose e até chochamento de frutos. Essas plantas sempre irão sentir mais a carga.


Duas plantas na ponta de primeira linha e uma na segunda, com menor desenvolvimento, amareladas e deficientes, em relação às demais, com desenvolvimento normal.


Planta deficiente, com problema de mau desenvolvimento (esq.) em relação a outra com desenvolvimento normal.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.