ENTRAR COM FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Brasil: seca em regiões produtoras começa a preocupar os cafeicultores

PRODUÇÃO

EM 18/09/2017

0
0
Da redação

A tão sonhada safra recorde de 2018 está perdendo convicção, uma vez que a seca que atinge importantes regiões produtoras do Brasil vem ganhando força. Se por um lado a falta de chuvas impulsiona os preços no mercado global de café, por outro, deixa os agricultores preocupados, já que sem produção, independente dos valores, a situação financeira do setor fica fragilizada. 

Foto: Alexia Santi/Agência Ophelia
                                   Foto: Alexia Santi/Agência Ophelia

Após a época da florada ocorre a formação dos chumbinhos e expansão dos grãos, até o tamanho normal. Havendo um longo período de estiagem nessa fase, o estresse hídrico prejudica o crescimento dos frutos, comprometendo a safra do que ano que vem. Segundo especialistas, com a falta de água nos pés de café, as plantas começarão a abortar os chumbinhos. 
Ao mesmo tempo que não está ocorrendo chuvas em áreas produtoras do país, o sol está muito forte, deteriorando as lavouras. Uma ferrugem tardia também se somou ao cenário, piorando a desfolha dos pés de café e estagnando a "perpetuação" da espécie.
Especialistas indicam que os cafeicultores façam alguns tratos culturais para segurar as matérias orgânicas do solo. Apesar de muita gente ter deixado de usar a palha, ela é essencial para manter a umidade, pelo menos, até as floradas vingarem. 

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.